Publicidade
Sim & Não

'Investigado fui, investigado serei', diz Omar

05/07/2018 às 21:36
Show omar

Ciente de que  adversários vão usar as acusações que enfrentou para miná-lo diante do eleitor, o senador Omar Aziz (PSD) aproveitou a oficialização de sua pré-candidatura ao governo, ontem, para atacar e se defender com antecedência. Ao lado de Nejmi Aziz, ele próprio tomou a iniciativa de falar da Operação Maus Caminhos. Ambos foram citados por uma delatora na investigação. Omar negou parentesco com Mouhamad Moustafa, falou do dano moral das acusações e sustentou: “Não tenho nada a ver com a Maus Caminhos”.

Turrão Omar citou que está sendo inocentado das acusações que vem enfrentando, lembrou a suspeita de ilícitos na obra da Ponte (arquivada pelo STF) e disse não temer novas denúncias. “Investigado fui, investigado serei e continuarei andando de cabeça erguida”.

Costume O senador também disse acreditar que a suposição de que Mouhamad Moustafa fosse de sua família é fruto de um hábito: “Árabe tem mania de chamar qualquer um de ‘Brimo’ (parente)”, comentou.

Bullying Omar ainda revelou que os filhos sofreram na escola pelas acusações - “ah, o pai é ladrão, a mãe não presta” - e lamentou  o fato de Dona Delfina não ter “condições de saber que o filho está sendo inocentado”.

Jogo O prefeito Arthur Neto vem inquietando os pré-candidatos ao governo sobre seu eventual apoio na eleição de outubro. 

Jogada Nos bastidores da posse do desembargador Yedo Simões como presidente do TJ/AM, Arthur disse a duas fontes seguras que o “plano A” do PSDB este ano é lançar um candidato próprio ao governo.

Ofuscado Enquanto isso, o vice-prefeito tucano Marcos Rotta, que foi o fiel da balança na eleição de 2016, segue apagado na pré-campanha - sem saber o que fará com o capital político que ainda mantém.

É pra já A Câmara Municipal de Parintins se organiza para homenagear o governador Amazonino Mendes (PDT) com o título de Cidadão Parintinense.

Indireta Durante evento em Parintins, semana passada, Amazonino disse, em tom de brincadeira, que apesar de ter investido na capital, e no Festival de Parintins, nunca tinha recebido o título de cidadão do município.

Honraria Recentemente, o Legislativo parintinense entregou o título de cidadão da cidade ao ex-presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, ao atual, Yêdo Simões e ao procurador-geral de Justiça, Fábio Monteiro.

Barulho Por falar em Amazonino, o governo preparava ontem um evento para que o governador fizesse hoje o balanço de nove meses de mandato. A Sala de Imprensa da sede do governo já foi reservada para receber os jornalistas nesta sexta-feira, às 10h.

Culpa A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) publicou nota, ontem, afirmando que “o governo Temer e sua bancada” foram os responsáveis pela não aprovação do decreto que tenta sustar a medida que prejudica o polo de concentrados.

Meu pirão “Por interesses econômicos dos seus estados, alguns senadores como Ana Amélia (RS), José Medeiros (MT), Hélio José (DF) Lindbergh Farias (RJ) e Gleisi Hoffmann (PR) votaram equivocadamente contra o projeto”, argumentou Vanessa.