Publicidade
Sim & Não

Lupi provoca adversários de Amazonino ao confirmá-lo como candidato do PDT em 2018

27/01/2018 às 16:12 - Atualizado em 27/01/2018 às 18:54
Show show carlos

Em sua passagem pelo Amazonas, na última semana, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, não apenas confirmou Amazonino Mendes como o nome do partido na disputa ao governo, em outubro, como provocou prováveis adversários do governador: “Quem são os adversários de Amazonino? Alguns estão presos, outros estão próximos de estar”, cutucou.

Na quinta-feira (25), antes do evento partidário do PDT, Lupi almoçou na casa de Amazonino e, logo depois, declarou em primeira mão ao A CRÍTICA: “Ele é o nosso candidato”.

Bombeiro

A passagem de Carlos Lupi pelo Amazonas também teve como objetivo debelar uma crise interna no PDT, além de preparar o terreno para a vinda do presidenciável Ciro Gomes, que visita o Amazonas em março.

Nomeações

Sobre as desavenças dentro do PDT, Lupi classificou-as como “naturais” e admitiu que parte das rusgas tem a ver com as decisões administrativas de Amazonino. Segundo ele, a nova gestão “encontrou um Estado pré-falimentar” e, por isso, “puxou o freio de mão” em gastos com cargos de confiança.

Na mira

Lupi afirmou que, por conta disso, o dirigente do partido acaba sendo o alvo mais fácil da choradeira. “Alguém vai brigar com o Amazonino? Não. Ele é o governador”.

Vejam só

A Sead vai convocar, por meio de edital a ser publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), 56 servidores de órgãos extintos, que estão em “disponibilidade”, à espera de lotação em alguma repartição do Estado. São funcionários da ativa, que  continuam a receber seus salários, mas não estão trabalhando.

Administração

“Essa constatação veio com as medidas de otimização dos recursos humanos, com vistas a arrumar a casa”, informou a titular da Sead, Angela Bulbol. Entre os que estão até hoje aguardando lotação estão servidores do antigo Departamento de Estradas e Rodagens do Amazonas  e do  Tribunal de Contas dos Municípios. 

Batalha

A disputa ferrenha pela vaga de desembargador destinada a OAB/AM vem levando advogados e investirem pesado no marketing pessoal. Há profissionais especializados atuando para pré-candidatos nas redes sociais.

Oba-oba

Membros do Pleno do TJ/AM dizem que o “assanhamento” dos advogados só tem influencia na própria classe. “No tribunal, isso não repercute em nada”, disse um desembargador.

Barreiras

No caso dos advogados, a corrida acirrada por uma cadeira  no plenário do TJ/AM tem uma razão. Os candidatos ao posto precisam passar por três fases: a lista sêxtupla, definida entre eles; a lista tríplice, definida pelos desembargadores; e por último, a preferência do governador.

Cópia

O governo Amazonino Mendes decidiu ressuscitar o projeto de Segurança Pública implementando na gestão Omar Aziz (PSD) e enterrado depois por José Melo. O Ronda no Bairro, que tem a simpatia de toda a população, vai ajudar o governo melhorar os índices - e a imagem - do setor.

Manifesto

Membros do PT no Amazonas estão na expectativa de que as siglas que poderão compor com o partido, na campanha deste ano, deixem evidente que são contra a condenação do ex-presidente Lula.