Publicidade
Sim & Não

Magistrados em dia de campanha

11/09/2016 às 20:52
Show juiz

Em jantar realizado, sábado, com a nata da magistratura amazonense foi apresentada a chapa formada pelo juiz maranhense Gervásio Santos e o juiz amazonense Cássio André Borges, que vai disputar  a presidência da Associação Brasileira dos Magistrados (AMB). Na ocasião, Cássio fez uma análise muito acurada do momento político e econômico pelo qual passa o País, destacando as implicações deste cenário na magistratura brasileira como um todo.

Árbitro

Para Cássio, há um desafio grande porque as questões políticas têm desembocado no Judiciário, que, como agente político, tem de dar soluções  a essas questões quando os políticos não conseguem, o que é o ideal. Outro problema é a guinada neoliberal na economia.

Salário

O ajuste fiscal é necessário, segundo a avaliação da chapa, mas sem aviltamento das carreiras de Estado, como a da magistratura, que são pilares da democracia.

História

Se a chapa for eleita, Cássio Borges será o terceiro amazonense a ser vice da AMB. Antes dele ocuparam o cargo os desembargadores Neuzimar Pinheiro, nos anos 80, e Flávio Pascarelli, nos anos 2000.

Feminino

Candidato a vice-prefeito na chapa de Arthur Neto (PSDB), o deputado Marcos Rotta (PMDB), recebeu um grupo de mulheres para uma conversa sobre “Espaço Saúde e Cidadania da Mulher”. “Queremos construir um plano com um olhar mais sensível para as mulheres”, afirmou.

Tropa toda

No maior comício da campanha até então, Marcelo Ramos (PR) reuniu o máximo de apoiadores no conjunto Viver Melhor. Estiveram ao lado dele o candidato a vice, Josué Neto (Pros), o senador Omar Aziz (PSD), a ex-primeira dama Nejmi Aziz, os deputados federal Pauderney Avelino (DEM) e o estadual Dermilson Chagas (PEN).

Ataque 

Na sua fala Omar ressaltou que se ainda falta água na casa dos manauenses é por culpa da prefeitura, numa estocada no ex-aliado Arthur Neto (PSDB), que puxa na propaganda eleitoral o Proama para a sardinha dele.

Bilíngue

A equipe de mídia do vice-governador Henrique Oliveira (SD) está exultante com o video feito por ele falando totalmente em Lingua Brasileira dos Sinais sobre acessibilidade. A peça alcançou a marca de 11 mil visualizações, a mais assistida dentre todos os candidatos.

‘Trílingue’

 E por falar nisso, as juízas da propaganda cumpriram, no sábado, a decisão de não permitir a veiculação da propaganda dos candidatos que não apresentassem as três traduções para deficientes: Libras, áudio descrição e legenda oculta. As primeiras “vítimas” foram os candidatos Luiz Castro (Rede/PMN) e Marcos Queiroz (Psol).

Bem na fita

Provocações, ataques via blogs de aluguel, fakes na internet. Para o candidato  Silas Câmara (PRB) são sinais claros de que a candidatura dele incomoda caciques. “A regra é simples, ninguém bate em cachorro morto”, diz o candidato.

Prestígio 

A senadora Vanessa Grazziottin (PCdoB) “curtiu” o resultado de uma caminhada sábado. “O povo vinha ao encontro se colocando contra o Temer (Michel) e suas medidas contra o trabalhador”, disse.