Publicidade
Sim & Não

Mal-estar após reação de petistas

07/07/2018 às 17:17 - Atualizado em 07/07/2018 às 17:30
Show comun

A manifestação feroz dos senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias contra o polo de concentrados da ZFM e a favor do decreto do presidente Temer que prejudica o setor, causou estranhamento fora do PT e  mal-estar no próprio partido e entre aliados no Amazonas. O assunto provocou bate-boca em grupos de petistas nas redes sociais. Comunistas também se mostraram constrangidos. A surpresa com os colegas foi externada pelo ex-deputado Francisco Praciano. “Pimenta na Zona Franca é  refresco”. 

Crítica    Para Praciano,  faltou a Gleisi e Lindbergh  conhecimento sobre a ZFM. Ele ainda criticou Lindbergh por misturar benefícios fiscais com sonegação. “Combater a sonegação é uma coisa, combater a Zona Franca é outra. Teria que separar isso e não o fez”, revoltou-se.  

Ex-aliado   O estresse na votação do decreto legislativo que susta a medida de Temer oficializou o rompimento do  senador Omar Aziz (PSD) com a gestão federal. Segundo Omar, Temer faz “um governo que não vale absolutamente nada”. 

Amigão Não faz muito tempo que Omar Aziz se gabava da proximidade com Temer e o fato de não precisar ir a Brasília para falar com o presidente. 

Foi ele A pessoas próximas, o senador Eduardo Braga (MDB) atribuiu ao marqueteiro Marcos Martinelli o atual distanciamento do governador Amazonino Mendes (PDT) e confirmou que não fará aliança com o pedetista. 

Pragmatismo Conforme o conselho que teria sido dado a Amazonino, Braga não “agrega” à imagem - e ao marketing - do governador. Pelo menos no primeiro turno. 

Novela 1  O confronto entre a base aliada e a oposição na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM) vem provocando momentos pitorescos. Sabá Reis (PR) e o governista Dermilson Chagas (PP) são os que mais protagonizam cenas singulares.

Novela 2 Durante uma sessão plenária na última semana, Sabá se irritou na tribuna com uma interrupção de Dermilson. O governista dizia que a fala era repetida. Sabá retrucou afirmando que a repetição era necessária porque o colega seria “surdo igual o governador dele”. Dermilson devolveu: “Você é um abacabeiro”. 

Sinais Aliás, a bancada do governo pulou nos últimos dias de 8 para 13 deputados. Pelo menos é esse o número de rubricas que pede urgência no projeto que muda o Código Tributário do Estado. 

Azar   O MDB faria neste sábado (7) evento com correligionários da capital e do interior para definir rumos do partido na eleição. A direção da sigla adiou o encontro por causa dos jogos da Copa. “Como o Brasil saiu,  vamos discutir uma nova data”, disse o secretário geral do MDB/AM, Miguel Biango. 

Vontade   Durante o Festival de Parintins no fim de semana passado, o empresário Dodó Carvalho deixou evidente que sonha em ser prefeito da cidade. Este ano ele vai tentar uma vaga na Câmara Federal. 

Veremos   O vice-prefeito de Parintins, Tony Medeiros, pré-candidato a deputado estadual pelo PSD, cultiva o mesmo desejo de Dodó, e admite que será o titular do cargo, Bi Garcia (PSDB), o maior influenciador da próxima eleição municipal. “Todos têm direito de sonhar. Vamos ver quem chega lá”, descontraiu Medeiros.