Publicidade
Sim & Não

Medida de Temer ameaça 100 mil empregos no Amazonas

05/06/2018 às 21:43 - Atualizado em 05/06/2018 às 21:45
Show 1098871 wdoli abr 23112017 1719 1

A canetada do presidente Michel Temer que retira, via Medida Provisória, incentivos do polo de concentrados da Zona Franca de Manaus, ameaça 100.000 empregos diretos, indiretos e induzidos no Amazonas. A informação consta em estudo feito pela Suframa, atualizado no dia 1º de junho. Conforme a análise, a hipótese do fechamento do segmento de concentrados do PIM ocasionaria um efeito cascata na cadeia produtiva do setor e atingiria, por exemplo, a extração de guaraná e a produção de açúcar. 

Especialistas   O estudo da Suframa foi feito pela Coordenação-Geral de Estudos Econômicos e Empresariais e trata do “Perfil do Segmento de Concentrados do PIM”. 

Negócio   O levantamento diz que as empresas do setor faturaram R$ 8,7 bilhões  em 2017 somente “em decorrência da produção e comercialização de concentrados, extratos, xaropes, aromas, entre 
outros produtos”.

Nada feito 1  Alheio à ameaça que o Amazonas enfrenta, o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, deu de ombros para a demanda da bancada federal do Amazonas. “Foi frustrante a reunião”, resumiu o senador Omar Aziz (PSD), sobre a reunião com Guardia. 

Nada feito 2  Os parlamentares do Estado e o governador Amazonino Mendes (PDT) tiveram um encontro ontem com o ministro da Fazenda. “Eles (Ministério da Fazenda) não apresentaram nenhuma alternativa”, lamentou Omar. 

Plano B  Hoje, a bancada se reúne em Brasília para definir os próximos passos a fim de tentar reverter a MP de Temer. Uma das alternativas é a aprovação de um Decreto Legislativo que anula os efeitos da MP. A proposta, de iniciativa da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), foi encaminhada para a CCJ do Senado ontem. 

Barba de molho  O papo telefônico que o prefeito Arthur Neto (PSDB) teve com  Amazonino Mendes, no último fim de semana, devido à crise no transporte coletivo, deixou o grupo liderado pelo senador Omar Aziz de orelha em pé. 

Fumaça   A conversa entre prefeito e governador foi interpretada por setores do meio político como sinal de reaproximação. A coluna apurou que, pelo menos da parte de Amazonino, foi apenas uma conversa protocolar e nada mais. 

Bombeiro   O governador em exercício e presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Flávio Pascarelli, vem se destacando nos bastidores como articulador e brigadista nas horas vagas. 

Juiz Foi Pascarelli quem intermediou, no sábado, a conversa entre Arthur e Amazonino. Ele já tinha atuado no mês passado para pôr fim a  uma querela  entre o governo e a Assembleia sobre o reajuste a servidores da saúde - com veto que o Legislativo até agora não teve coragem de derrubar. Agora, o magistrado é procurado por deputados que pedem a liberação de emendas. 

Menos um  A definição da lista tríplice para a escolha do novo desembargador do TJ/AM terá ao menos uma baixa. Membro da Corte, Jomar Fernandes não poderá participar da votação. Ele é cunhado do advogado Délcio Santos.

Ilustre  Com toda a pompa e circunstância merecidas, a Assembleia recebe amanhã, em sessão especial, a visita da Miss Brasil Mayra Dias.