Publicidade
Sim & Não

MP não quer ‘segredo’ em gasto público

09/11/2018 às 07:23
Show cmm new fe775ee3 b8d9 412d 8715 42e788ab7e3d

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) está no alvo do Ministério Público do Estado (MPE) por causa da locação de veículos que, bancados com dinheiro público, são usados para diversos fins, inclusive  particulares. Por causa disso, o órgão recomendou que a Casa adesive veículos alugados pelo Poder com a inscrição “a serviço da Câmara Municipal de Manaus”. De 2015 a 2018, a gestão Wilker Barreto (PHS) empenhou R$ 780,5 mil para aluguel de veículos - e  já pagou R$ 683,5 mil.

Obscuro  A recomendação do MP, publicada ontem no Diário Oficial Eletrônico do órgão, atinge, inicialmente, o contrato  009/2015, assinado por Wilker Barreto para o aluguel de dez veículos sem identificação.

Aviso  A não observância da recomendação do Ministério Público pode ensejar “na adoção de medidas administrativas e ações judiciais cabíveis” contra a CMM, como diz o despacho publicado no Diário Oficial.

Vidão  Conforme mostrou reportagem de A CRÍTICA em maio deste ano,  25 membros da Câmara usam  em suas atividades diárias carros executivos e picapes alugados por até R$ 9 mil com a verba do “cotão”, o correspondente à  metade do benefício. 

Agora vai?  A 78ª Promotoria de Patrimônio Público abriu uma investigação para apurar um “suposto direcionamento de licitação e contratos” por parte da CGL e da Susam que teria beneficiado empresas ligadas ao engenheiro Gilberto de Almeida, sob a influência, em tese, do empresário Murad Aziz. 

Só pensam naquilo   O deputado federal eleito e capitão da PM Alberto Neto (PRB), que esteve em Brasília esta semana, disse que a Câmara Federal respira a eleição para a Mesa Diretora da Casa. “O clima lá é de campanha”, afirmou.

Iniciativa   Alberto informou ter aproveitado a passagem pela Câmara para “preparar o gabinete” e pedir que a proposta que fixa novo prazo para a aprovação de incentivos nas áreas de atuação da Sudene e da Sudam seja votada.

 Bilhetes   O governador eleito Wilson Lima (PSC) vem sendo intensamente assediado, através de mensagens, por “candidatos” a cargos de secretários que exaltam a própria capacidade para ocupar o governo. “Tenho recebido muitos currículos”, admitiu ele à coluna, em tom de descontração. 

Gabolas  Mais do que as mensagens privadas, que são enviadas não só para o governador eleito, mas para pessoas próximas a ele, há quem use as redes sociais para  informar abertamente que tem perfil e o quanto seria honroso ocupar uma função no Poder Executivo Estadual.

Cobrança 1   Enfermeiros, técnicos de enfermagem e maqueiros que atuam em hospitais públicos do Estado prometem fazer barulho hoje pela manhã em frente à sede do governo, no bairro Compensa, Zona Oeste.

Cobrança 2   O grito dos profissionais da área de saúde, que trabalham nos hospitais por meio de contratos com terceirizadas, tem um motivo:  salários atrasados.

SOS  “Há funcionários de cooperativas que há  quatro meses não recebem seus salários”, relata Simei Baraúna Corrêa, técnico de enfermagem da UTI do Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo. Ele próprio está há três meses sem receber.