Publicidade
Sim & Não

‘Não é amor, é pragmatismo’, diz Alfredo

21/06/2018 às 20:05 - Atualizado em 21/06/2018 às 22:38
Show alfredo

Líder do PR no Amazonas e pré-candidato ao Senado, o deputado federal Alfredo Nascimento admitiu que o partido vem estreitando os laços com o PSDB do prefeito Arthur Neto e sustentou que o apoio do tucano, na eleição, é um desejo da legenda. A coluna apurou que, na verdade, as siglas já estão fechadas para 2018. Alfredo nega. “Há conversas entre o PSDB e o PR? Há sim. Mas há conversa com todos. Não posso dizer que fechei acordo se não batermos o martelo. O PR está aberto”, declarou. 

Franco Sem rodeios, Alfredo afirmou que o PR fará “a aliança que for conveniente” para atingir os propósitos que traçou para a eleição deste ano.

Simples  “Que vou estar em um grupo, isso é certo. (Aliança) Não é declaração de amor. Na hora da eleição é pragmatismo: tempo de TV, estrutura, fundo partidário. Não faço política com hipocrisia. ‘Ah, esse presta, esse não presta...’ ”, comentou.

Passado Ante aos acordos possíveis do PR não será improvável ver no mesmo palanque este ano Arthur Neto e Marcelo Ramos,  rivais em  2016. A pessoas próximas, Alfredo não esconde já ter um acordo com o tucano. Para a coluna, ele disse: “esse é um apoio que qualquer um gostaria de ter”.

Jogo  O presidente estadual do PSDB, deputado federal Arthur Bisneto, revelou que o nível de conversa e aproximação com o PR “é muito bom”, mas disse ser precipitado falar em coligação no momento. “Depois da Copa a gente conversa”, descontraiu, referindo-se à definição de alianças.

Já deu  Bisneto confirmou que não será candidato à reeleição e que a vaga da Câmara Federal pelo PSDB será disputada por Conceição Sampaio. “Para a Câmara não volto mais. Posso estar numa chapa majoritária ou posso não ser candidato a nada. Não sou doente por cargos”, disse à coluna, deixando em aberto até uma candidatura ao governo.  

Certeza  O PSD prepara um megaevento amanhã para, em tese, lançar o PSD Mulher. O partido vai usar a ocasião para promover a pré-candidatura da ex-primeira-dama Nejmi Aziz à ALE/AM. “O caminho é longo, mas a vitória é certa”, disse ela ontem, ao responder comentário no convite para o evento. 

Segue o bonde Questionada se seguiria com o projeto de também ser candidata à deputada pelo PSD, a jornalista Liliane Araújo afirmou que “nada mudou”. A candidatura de Nejmi, segundo ela, “soma”. “Precisamos de mais mulheres”.

Presidência O pré-candidato ao governo e presidente da ALE/AM, David Almeida (PSB), garantiu em evento do Podemos ontem que se não tiver impedimento nacional, dará palaque para Álvaro Dias no Estado.

Travado  O novo julgamento da ação que condenou o ex-titular da Seduc, Rossieli Soares, hoje ministro da Educação, a devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos, está em “modo de espera” desde abril, quando o conselheiro Mário de Mello pediu vistas.

Reprovado Rossieli  conseguiu anular a condenação  - referente à prestação de contas de 2013 da Seduc - valendo-se de um erro formal do TCE/AM - a publicação do acórdão sem o nome de um advogado. Apesar de ter aceito o recurso, o relator do caso, conselheiro Érico Desterro, manteve o parecer pela reprovação das contas.