Publicidade
Sim & Não

‘Não fomos nós que roubamos’, provoca David

21/08/2017 às 21:52
Show david

Cem dias após substituir José Melo no cargo de governador do Amazonas, o deputado estadual licenciado David Almeida (PSD), que enfrenta a suspeita de superfaturamento em contrato da Susam, provocou antecessores ao se irritar, ontem, quando questionado sobre as denúncias: “Quem roubou não fomos nós”, provocou. David foi eleito para a presidência da ALE/AM com o apoio de José Melo. No ano passado, a Operação Maus Caminhos revelou desvios na Saúde do Estado durante a gestão Melo.

Disparo   As respostas de David Almeida, ao tratar do seu período à frente da administração estadual, não se resumiram ao ataque a antecessores. Disse ele: “Essa denúncia, se serve como piada, está de bom tamanho”.

Sumiço O ex-deputado estadual Marcelo Ramos (PR) praticamente desapareceu da propaganda eleitoral do cabeça de chapa Eduardo Braga (PMDB), na TV e no rádio. Nem o nome dele é citado. 

Por outro lado, Marcelo vem aparecendo sozinho em vídeos distribuídos via rede social. Em um deles, de 40 segundos, apenas Marcelo é incluído na edição, feita com base em fotografias onde o candidato a vice de Braga aparece em fotografias ao lado de eleitores. Logo que a campanha começou, Braga e Marcelo diziam que, se eleitos, o Amazonas teria dois governadores. 

Começou Conforme já era previsto, a central de boataria na semana decisiva da eleição foi acionada ontem. Texto que circulou por WhatsApp dava conta de que Amazonino Mendes (PDT) teria viajado às pressas para São Paulo, apresentando quadro grave de saúde. A mentira não se sustentou, já que, à noite, Amazonino estava em cima de um palanque, na Compensa.

Astronômico A folha de pagamento do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM) do mês de junho registra que a desembargadora afastada Encarnação Salgado recebeu, naquele mês, R$ 55 mil de salário. Ela não exerce a função há um ano, desde que foi afastada por ordem do STJ, por suspeita de dar guarida à FDN.

Parcela O volume vultoso recebido pela desembargadora  tem uma razão. É que em junho o TJ/AM pagou 50% do 13º salário dos servidores. Com isso, o rendimento líquido dos magistrados variou entre R$ 40 mil a R$ 69 mil.

Indefinição  O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, remarcou para 12 de setembro a audiência com os membros da bancada federal do Amazonas. A reunião é para definir os rumos do aeroporto Eduardinho (Terminal II) que deveria ser desativado no dia 1º de agosto e suas atividades seriam transferidas para o Terminal I, o aeroporto internacional de Manaus, Eduardo Gomes.

Stop  “Até lá, nada mudará no que se refere ao Eduardinho”, prometeu Quintela à subcoordenadora da bancada amazonense, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).  A audiência com os oito deputados federais e os três senadores estava marcada para a próxima quinta (24).

Verba  Aliás, a capital do Amazonas  não consta na lista de 12 aeroportos que serão leiloados no ano que vem pelo governo federal. Com o  pacote de concessões, a União pretende arrecadar R$ 90 bilhões.