Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
Sim & Não

‘Não temos como prever o futuro’


204569_199E575D-3D37-471E-ADC1-2DFCEC0B60D1.jpg
13/10/2019 às 09:20

O racha no PSL nacional, com as notícias de uma possível saída do presidente Jair Bolsonaro da legenda, traz implicações ao diretório amazonense do partido. O empresário Romero Reis, apontado como candidato à prefeitura de Manaus pelo partido, se apressou em deixar bem claro que fecha com o presidente, qualquer que seja a sua decisão. Já o presidente estadual da sigla, deputado federal Pablo Oliva foi mais lacônico: “Não temos como adivinhar o futuro”, disse.

Apoio  

Ao contrário de Romero Reis, o presidente do diretório estadual não afirma que seguiria Bolsonaro numa possível desfiliação. “O presidente disse que fica no partido. É uma decisão dele. Estarei sempre apoiando o melhor para o Amazonas e para o Brasil”, disse à coluna.

Trabalho  

Pablo Oliva também deixou claro que não pretende se deixar distrair pelos factóides. “Precisamos acompanhar os andamentos e continuar o trabalho”, diz. Há quem diga que na briga entre Bolsonaro e Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, Pablo ficaria com o partido e, portanto, ao lado de Bivar.

Campanha  

Por conta das comemorações dos 350 anos de Manaus, o deputado estadual Adjuto Afonso (PDT) lançou uma campanha nas redes sociais com o objetivo de dar voz à população amazonense que reside na capital.

Vídeos 

Denominada “Mais por Manaus”, a campanha convida os cidadãos a enviar vídeo gravado no formato vertical do celular, com duração de até 15 segundos, falando nome, bairro e o que a pessoa mais faria por Manaus. Fotos na cidade também são válidas, evidenciando um local que marcou o momento. O número para envio é (92) 99211-1110.

Pirarucu  

Agora é oficial. Foi sancionado esta semana o Projeto de Lei de autoria da ex-deputada federal Conceição Sampaio (PSDB), que inclui os produtos extrativos de origem animal, como o pirarucu, na lista dos beneficiados pela política de preços mínimos.

Benefícios  

Com a mudança na lei, que antes era voltada apenas para produtos vegetais, serão beneficiadas, ao menos, 1.000 famílias de pescadores no Amazonas, a maioria residindo em Unidades de Conservação, o que proporciona a recuperação da espécie.

Sem Conselho

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), Ana Cristina Rodrigues, denuncia que o Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb está sem colegiado desde agosto, quando encerrou o mandato dos conselheiros.

Transparência

Segundo Ana Cristina Rodrigues, o atraso prejudica, entre outras coisas, a transparência na aplicação dos recursos, uma vez que o colegiado não tem poder legal desde o dia 28 de agosto de 2019. Segundo ela, o nome dos representantes do Sinteam já foram repassados, mas até o momento não há notícia sobre a posse.

110 anos 

Criado em 1909, com o nome de “Faculdade de Ciências Sociais e Jurídicas”, o curso de Direito da Ufam está comemorando 110 anos. Em alusão à data, será realizada amanhã (14), às 10h, uma homenagem ao curso na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.