Publicidade
Sim & Não

‘Nem m² era dividido’ por Artur e Braga

30/09/2016 às 21:48
Show artur0222

A edição do jornal “Valor Econômico” desta sexta-feira (30) destacou a informação de que o prefeito Artur Neto (PSDB) “encontrou” Eduardo Braga (PMDB) como aliado esse ano depois do senador, em duas campanhas seguidas, “ter trabalhado pela derrota” do tucano. À matéria, Artur se diz diferente dos demais políticos que já orbitaram pelo grupo de Braga. “Eu me aliei ao Eduardo Braga. Os outros serviram ao Eduardo Braga. É diferente”, declarou o candidato à reeleição, segundo o jornal.

Opinião.  Especializado em economia e negócios, o jornal avalia que o impeachment de Dilmar Rousseff (PT) reordenou as forças políticas em Manaus. E favoreceu Artur.

Trama longa. A propaganda eleitoral acabou na quinta, 29, mas Artur Neto (PSDB) permanece em inserções na televisão até hoje. Isso porque às vésperas do fim do 1º turno, o tucano ganhou o direito de responder a vários programas de Marcelo Ramos (PR).

Fogo amigo.  Áudio que circula em grupos de conversa de políticos, atribuído a uma conversa entre o presidente municipal do PSDB, André Moraes, e o membro do grupo jovem do PMDB, Fernando Moreira Neto, indica que o tucano faz jogo duplo contra o colega de partido do ex-subsecretário da Juventude, Rodrigo Guedes (PSDB).

Bola nas costas.  Em um trecho da conversa, André Moraes diz que pede voto para Rodrigo Guedes porque é obrigado. Mas torce para que o colega de partido não tenha sucesso no domingo, que é candidato a vereador. A atenção diferenciada que Rodrigo recebe na campanha tucana tem causado brigas no ninho. André não atendeu as chamadas ao 92xx-xx00.

Delivery.  Fiscais da Justiça Eleitoral em Novo Aripuanã apreenderam um veículo onde eram transportados 108 envelopes, cada um contendo R$ 150. Quem dirigia o veículo foi identificado como cabo eleitoral do candidato a prefeito do município Junior Peixotinho (PMDB).

Veja bem. Em depoimento, o cabo eleitoral negou que estivesse entregando o dinheiro nas casas de eleitores.

Ordem.  Atendendo a uma proposta do Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) aprovou uma resolução que regulamenta a estruturação e o funcionamento do sistema de controle interno municipal no Amazonas.

Fonte.  De acordo com a procuradora de contas Evelyn Freire de Carvalho, a regulamentação feita pelo TCE tem como base a resolução 05/14 da Associação dos Tribunais de Contas (Atricon), que aprovou as diretrizes de controle externo relacionadas ao controle interno pelos tribunais de contas no País.

Quase lá.  O Ministério Público Estadual (MP-AM) é  92,36% transparente. Segundo o órgão, o número é um avanço no ranking elaborado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O índice de transparência do MP-AM medido antes era de 78,85%.

Unanimidade.  O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Flávio Pascarelli, foi eleito, ontem, vice-presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça (CTJ) para a região Norte. A eleição ocorreu no 108º Encontro do CTJ, realizado em Manaus.