Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
Sim e Não

Nicolau ganha fama nacional por tentativas de censura à imprensa


ricardo-nicolau-facebook_00236265_0_202010272018_1E0D4E2E-5DC1-4BFD-8FA2-AA2C2CDB87B7.jpg
20/11/2020 às 01:16

O ex-candidato a prefeito de Manaus Ricardo Nicolau (PSD) está conhecido no Brasil. Não por ter sido eleito - já que ele teve 12,08% dos votos no pleito - mas sim pelas sucessivas tentativas jurídicas de censura à imprensa e de usar, como apelo para ganhar voto no período eleitoral, a pandemia de Covid-19 e o Hospital de Campanha, construído por meio de uma parceria entre instituições privadas, a Prefeitura de Manaus e a Samel,  de onde Nicolau se diz diretor e que construiu o local em apenas quatro dias.  

Casos   Depois de decisões dos juízes Mônica Raposo e Alexandre Novaes de Araújo favoráveis ao ex-candidato e, consequentemente à censura, Nicolau, que também é deputado estadual,   foi tema de artigo do jornalista  Reinaldo Azevedo, colunista do UOL, e teve seu nome citado em pelo menos três reportagens do The Intercept (um dos sites censurados).   

Censura  O primeiro caso de censura foi contra do Portal A Crítica e o jornalista Dante Graça. Já o segundo processo de pedido de censura, em que os advogados citaram o sociólogo francês Pierre Bourdieu, afirmava que o site The Intercept estava cometendo “racismo de inteligência”, já que a reportagem também dizia que o ex-candidato não possuía formação superior, embora passasse a imagem de médico nas propagandas eleitorais. 

Representações   Os advogados do até então candidato entraram com quatro representações  na Justiça para pedir a retirada do conteúdo do ar. O detalhe é que as quatro representações foram idênticas, levantando suspeita de fraude à distribuição aleatória. A reportagem foi censurada após decisão do juiz Alexandre Novaes de Araújo.  

PP neutro   Em discurso na Assembleia Legislativa sobre o desempenho do Progressistas no primeiro turno, o deputado Belarmino Lins, secretário-geral do partido, deu a entender que o PP ficará neutro no segundo turno em Manaus. “Quanto ao segundo turno digo que o povo será o juiz e escolherá o que for melhor para Manaus”, afirmou o parlamentar.

Balanço  De acordo com Belarmino Lins, o PP deu um salto de qualidade nas eleições deste ano no Estado, elegendo, ou reelegendo, 8 prefeitos interioranos, além de ter feito uma representante na Câmara Municipal de Manaus. Em Carauari, no Alto Juruá, o partido elegeu 8 dos 11 membros da Câmara de Vereadores.

Renúncia   Um dos prefeitos que o partido fez foi Adail Filho, em Coari, que renunciou ao atual mandato na última quarta-feira,  três dias após ele ser reeleito. Além do espanto que causou, é curioso o fato de que sua sucessora será uma tia de Adail, Jeany Pinheiro, atual vice-presidente da casa legislativa do município do interior. 

Negou  Em coletiva de imprensa realizada ontem, o governador Wilson Lima negou que esteja apoiando o candidato David Almeida (Avante). E disse, ainda, que irá investigar denúncia de uso de máquina pública na campanha do candidato a prefeito de Manaus, conforme foi publicado por alguns veículos de notícia. Antes de Lima, David também já havia negado qualquer apoio do governador. 

Correção  A doação de R$ 100 mil feita por Paulo Oliveira Mendonça para a campanha do vereador eleito Amom Mandel (Pode) e divulgada na edição de ontem do jornal A Crítica não existiu. Ela foi retificada (corrigida) no site do Tribunal Superior Eleitoral e atribuída a outra pessoa. Até terça-feira, dia em que foi feita a reportagem, o nome estava na lista de doadores.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.