Publicidade
Sim & Não

‘Ninguém teve coragem’, diz Sabino

24/04/2017 às 21:14 - Atualizado em 24/04/2017 às 21:21
Show sabino03333

O deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB) afirma que está colocando a família e a própria vida em risco por causa da luta contra o crime organizado. “Ninguém no meu Estado teve a coragem que eu estou tendo, de enfrentar essa situação”, diz o parlamentar, que está determinado a instalar, na Câmara Federal, uma CPI para investigar a atuação do crime organizado no País. A chacina que vitimou 60 presos no AM, em janeiro, está entre os motivos para o pedido de investigação, segundo Sabino.

Altruísmo  Ao responder nota publicada pela coluna, que dava conta dos outdoors espalhados por ele em Manaus com os nomes de facções criminosas e seus líderes, Sabino informa que já atingiu o número de assinaturas para a CPI. Ele ainda assegura que a publicidade não tem nada a ver com as eleições de 2018. 

Reação Sabino lembra que a disputa entre facções em Manaus matou 50 pessoas durante 13 dias, em abril, conforme publicou A CRÍTICA, e diz que a criminalidade no AM cresceu 134% em dez anos e que, em 2016, o Brasil atingiu o recorde de homicídios, conforme o Mapa da Violência.  A CPI, segundo ele, vai buscar uma forma de “conter”o crime organizado.

Apuração  A suspeita de que o subsídio concedido às empresas de ônibus, a pretexto de baratear a tarifa, era usado para gerar ainda mais lucro às concessionárias do serviço, com suposta venda de combustível no mercado negro, virou caso de polícia.

Desconfiança  A Polícia Civil recebeu ontem do vereador Chico Preto (PMN)  pedido de abertura de inquérito tanto para investigar a discrepância nos números oficiais apresentados pela STMU, sobre a quantidade de coletivos que circulam em Manaus, como sobre a “farra do combustível”.

 Independência  De acordo com o deputado estadual Adjuto Afonso (PDT), a lista de Distritos que podem ser transformados em municípios no Amazonas contém cerca de 40 áreas, mas algumas regiões  apresentam “mais características” de emancipação. Entre elas:  Puru Puru e Janauacá (Careiro Castanho), Novo Remanso (Itacoatiara) e Balbina (Presidente Figueiredo).

Lobby  Durante encontro no fim de semana, na capital, “líderes emancipalistas” redigiram a “Carta de Manaus”, em que pedem a aprovação de leis em Brasília que  visam a emancipação municipal de distritos em todo o Brasil. 

Reforma  O procurador-geral do Ministério Público do Estado, Fábio Monteiro, criou comissão interna para estudar o atual quadro previdenciário da instituição a fim de, possivelmente, avalizar a adesão ao AmazonPrev. “Dentro de um mês teremos um norte”, diz  Monteiro.

Plural  A comissão instituída pelo procurador-geral é composta por membros do Colégio de Procuradores, da Associação Amazonense do MP  e representantes do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado.   

Prestígio  O secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, garantiu a representantes da Ordem dos  Músicos do Brasil que a carteira da entidade será reconhecida como   identidade funcional em todos os órgãos da SSP/AM. Prometeu, ainda, que ações de fiscalização em casas noturnas terão a participação da Ordem.