Publicidade
Sim & Não

No Facebook, Artur Neto diz que Vanessa tem o direito de pensar e falar o que quiser

01/09/2016 às 19:10 - Atualizado em 01/09/2016 às 19:43
Show vanessa artur

No Facebook, o prefeito Artur Neto (PSDB) se diz solidário a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) pelas agressões que a comunista sofreu em um avião. “Temos profundas divergências ideológicas, nenhuma rusga pessoal. Porém, não posso deixar de me solidarizar com a senadora Vanessa Grazziotin no momento que ela recebe uma agressão verbal e física. Ela tem o direito de pensar e falar o que quiser. Eu sou defensor ferrenho da democracia e reforço meu apoio a ela”, escreveu o prefeito.

Um homem de aproximadamente 40 anos foi detido por meia hora pela Polícia Federal (PF), por volta das 23h45 dessa quarta-feira (31), no Aeroporto Internacional de Curitiba (Afonso Pena), por suposta tentativa de agressão à senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

No momento do desembarque de passageiros que vinham de Brasília em um avião da Latam, a senadora foi hostilizada por um grupo favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ao ser xingada, ela começou a filmar quando o homem tentou tirar o celular das mãos dela. Depois do tumulto, o homem foi levado para uma sala da PF.

Segundo testemunhas, os comissários de bordo tiveram que intervir para liberar a passagem da senadora para fora do avião. A PF foi acionada pela companhia aérea. O homem, que estaria alterado, foi retido até que todos os passageiros desembarcassem. O voo JJ 3151 da Latam saiu de Brasília às 22h05 e chegou às 23h45. Houve atraso de 30 minutos no desembarque.