Publicidade
Sim & Não

Nova ameaça desestimula o eleitor

15/08/2017 às 21:42
Show elei  o 1110

A estratégia usada pelo grupo de deputados que apoia Eduardo Braga (PMDB) no pleito suplementar, mas, ao mesmo tempo, briga por uma eleição indireta, pode fragilizar a votação do segundo turno. No primeiro turno, um número recorde de eleitores não compareceu às urnas, o que já era esperado pelos próprios candidatos, devido à instabilidade judicial imposta por decisões contraditórias. Agora, o risco de uma outra reviravolta, apesar de pequeno, pode enfraquecer o pleito novamente. 

Imagem   Ante ao convite que recebeu para participar da campanha ao governo de Eduardo Braga (PMDB), o ex-presidente Lula quis ter acesso às pesquisas de intenção de voto. Com os números em mãos, está propenso a declinar do convite. Prefere não correr risco de derrota, logo agora que se prepara para 2018.

Na mira   O Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois encaminhou ao Ministério Público Eleitoral representação contra o deputado estadual Belarmino Lins, para que ele seja punido com base na Lei das Eleições por conduta vedada a agentes públicos durante campanhas eleitorais.

Propaganda  No dia 9 de agosto, durante sessão da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), Belarmino Lins propagou o slogan “Tem Jeito”, da campanha de Eduardo Braga, e disse que a eleição para o governo seria “um capote do 15 sobre o 12”.

Reforço  O  presidente do TJ/AM, desembargador Flávio Pascarelli, planeja fechar o ano de 2017 nomeando, ao todo, 23 juízes para atuarem no interior do Estado. Ontem, cinco deles foram integrados ao quadros da justiça amazonense. Com isso, o  tribunal tenta reduzir um problema crônico: a falta de magistrados no interior. 

Tática  O procurador-geral do Estado, Tadeu de Souza, disse preferir não dar detalhes das estratégias jurídicas que o governo vai utilizar para inviabilizar a Lei Complementar 160/2017, que compromete a Zona Franca, por um motivo simples: teme dar munição aos outros estados. A PGE estuda ações tanto no STF como no Confaz.

Peleja  “O importante agora é brigar no Supremo, porque há interesse de todos os outros estados brasileiros, porque eles são favorecidos e nós somos uma bancada de apenas oito deputados contra 70 de São Paulo, por exemplo, e todo mundo vai brigar por si”. Da deputada Conceição Sampaio (PP), sobre a Lei Complementar 160/2017.

Batalha  Conforme Conceição,  como os vetos do presidente Temer serão apreciados pela Câmara Federal, esse será um novo momento para tentar evitar os prejuízos a ZFM. Para ela, a lei oficializa a “guerra fiscal” entre os estados e pode representar a diminuição de arrecadação no Estado do Amazonas.

Interesse$  Após ter sido  destituído da função de vice-líder do PMDB na Assembleia, o deputado estadual Wanderley Dallas agora se mostra preocupado não com o status da função, mas com os cargos a que tinha direito enquanto vice-líder.

Vagas  Dallas tenta, a todo custo, recuperar pelo menos duas, das três funções comissionadas da vice-liderança,  que têm o mesmo tratamento (e salário) dos chefes de gabinete.