Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
Editorial

O preço da obra e a realidade do povo


gallery_POL0038_01879AF1-950B-4C78-B367-43E9B8416EB9.jpg
17/08/2019 às 07:23

O complexo turístico da Ponta Negra está colocado para ser um bem público a serviço da população de Manaus e aos turistas. É assim na maioria das cidades do mundo, o que difere, é o processo das ações em torno do complexo e o preço cobrado por elas. O ponto de ônibus em construção para aquela região está com valor estimado em R$ 207,2 mil (quase cinco vezes o valor de um abrigo convencional de passageiros de ônibus). 

Tamanha disparidade no valor entre abrigos demonstra alguns aspectos que vão desde a desigualdade com que são tratados passageiros de ônibus da maior parte da cidade e aqueles que utilizam o do complexo turístico da Ponta Negra, a opção por uma obra de alto valor em um momento difícil para a maioria da população de Manaus, com alto índice de desemprego e trabalho informal, como se a caótica realidade econômico-social não existisse ou contasse pouco na tomada de decisão sobre o que  é prioridade; a suspeição de que a obra não segue procedimentos legais e legítimos quanto ao preço cobrado e quais foram as razões técnicas apresentadas pela empresa vencedora da licitação para fixar valores tão elevados.

Um abrigo de passageiros de ônibus ainda que em um complexo turístico não deveria ter esse custo ou não deveria ser feito se esse fosse o custo, principalmente, na situação em que os habitantes de Manaus se encontram. São poucos os moradores da cidade que podem se sentir tranquilos nos dias atuais. A grande maioria convive com dificuldades que vão desde a falta de trabalho, adoecimento e precariedade social, por vezes, sem acesso às três alimentações diárias. A obra se apresenta como uma provação a essas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade e sem perspectiva de melhoria de vida a curto e médio prazo.

A cidade tende a ter um abrigo de ônibus de preço elevado e uma multidão de pessoas com a autoestima lá embaixo, angustiada e com diversas carências. Não se sabe quais serão as vantagens, sofisticação e as particularidades desse abrigo até para confrontar com outras possibilidades de construção desses espaços onde a inteligência criativa pudesse funcionar inclusive para apresentar alternativas a propostas como esta.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.