Publicidade
Sim & Não

O silêncio estrondoso da  OAB/AM

03/11/2016 às 21:03
Show desaparecidos

Chega a espantar a omissão da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB/AM), no caso que envolve o desaparecimento de três jovens que sumiram depois de entrarem  em uma viatura no bairro Grande Vitória, na Zona Leste de Manaus. Após sete dias, não houve uma manifestação sequer da entidade em apoio às famílias ou de cobrança às autoridades policiais. Talvez porque o assunto não envolva jovens que residam em bairros abastados da capital. 

Holofote  A população do Estado já assistiu a OAB/AM se mobilizando e promovendo manifestação pública, este ano, por atos de violência que aconteceram no Rio de Janeiro. Dos fatos que acontecem em nível local, na maioria das vezes, a Ordem segue vendo a banda passar.

Lupa O Ministério Público Estadual (MPE/AM) publicou recomendação, ontem, para que todos os promotores do interior acompanhem o processo de transição nas cidades onde haverá troca de prefeitos.

Motivação  A iniciativa do MPE, assinada pelo corregedor-geral do órgão, procurador José Roque Nunes, tem como fim impedir “a dilapidação  de  patrimônio,  atrasos  de  salários, destruição de documentos públicos, não pagamento de fornecedores”, além de evitar a paralisação  dos serviços de saúde. 

Sortudo   Contando os dias para a posse do colega Bi Garcia (PSDB) como prefeito de Parintins, o deputado estadual Francisco Gomes (PSD) está com sorriso de orelha a orelha. Vai deixar a suplência para assumir a vaga em definitivo com a saída de Bi Garcia.

Torcida   Com isso, outro que deverá se beneficiar com uma cadeira na ALE/AM é Amaury Colares (PRB), que assumirá o posto de primeiro suplente no lugar de Gomes. Se o deputado estadual Sidney Leite continuar à frente da Sepror em 2017, Colares assume uma vaga na Assembleia temporariamente.

Abatimento   Aliás, dos seis deputados estaduais que disputaram cargos em prefeituras este ano, na capital e interior, só Bi Garcia logrou êxito. Alguns dos parlamentares até agora não conseguiram se recuperar da derrota nas urnas.

Sujeira segue   A eleição acabou, mas Marcelo Ramos (PR) continua  sendo alvo da manipulação de vídeos. O último, que circula por redes sociais, mostra apenas a parte em que um eleitor, ao lado do ex-deputado, chama de “otário” quem não votou no candidato.

Corte  No vídeo sem edição, que dura 21 segundos, Marcelo interrompe a fala do eleitor para dizer  que “o povo é soberano na sua decisão”. No trecho que circula na internet, essa parte foi cortada de modo a aparentar que o político apoia a galhofa.

Preparativos Técnicos do TRE/AM seguiram ontem para os municípios de Tabatinga, Benjamin Constant, Atalaia do Norte, São Paulo de Olivença e Santo Antônio do Içá para preparar a estrutura do cadastramento biométrico, que começa na segunda-feira nessas localidades.

De volta A nomeação de José Alves Pacífico para a chefia da Casa Civil do governo José Melo  foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado (DOE). Nos últimos 30 anos, Pacífico atuou em quase todas as gestões.