Publicidade
Sim & Não

Obras ‘a todo vapor’ só na campanha

14/11/2018 às 07:29
Show amazonino agor bc67b6c5 2710 4b20 88e7 5f40e8a82f85

O resultado da Eleição 2018 foi um verdadeiro divisor de águas nas obras realizadas pelo governo no interior do Amazonas. O “antes” e “depois” ficou evidente desde que a população, em várias cidades, percebeu que o trabalho de revitalização de ruas no interior ou desacelerou ou parou de vez. O deputado José Ricardo (PT) vai pedir que o TCE/AM faça uma auditoria nas obras de asfaltamento interrompidas. A Associação Amazonense dos Municípios (AAM) nega “paralisação” e diz que há apenas problemas pontuais.

Slow motion   De acordo com José Ricardo, em pelo menos cinco municípios - Tefé, Tabatinga, Manacapuru,  Itacoatiara e  Presidente Figueiredo - as obras ou pararam ou estão a passos de tartaruga. “Em Pauini só chegou a placa da obra”, afirmou. 

Então... O presidente da AAM, Andreson Cavalcante, prefeito de Autazes,  afirmou que  “em uma ou outra cidade” a suspensão das obras “é problema com a empresa”. “Outro motivo é que está faltando CAP (Cimento Asfáltico de Petróleo) na refinaria”, argumentou.

Prestativo  Chamou a atenção de membros da Assembleia Legislativa do Estado a pressa do presidente da Casa, David Almeida (PSB), em votar ipsis litteris a proposta do governo que modifica a Política Estadual de lncentivos Fiscais e, em outras palavras,  salva a gestão Amazonino Mendes ao bancar o pagamento de contas em atraso.  

Chega pra lá  O freio à aprovação do projeto do governo veio quando os deputados perceberam que Amazonino queria um cheque em  branco a fim de usar o dinheiro de fundos para cobrir rombos muito além do setor de Saúde. “É uma jabuticaba”, definiu Sidney Leite (PSD).

Expliquem-se  Segundo o deputado Luiz Castro (Rede), que é membro da Comissão de Transição do governo eleito, a proposta da gestão Amazonino não garantia o pagamento de profissionais da Saúde. Castro  quer que os titulares da Sefaz e da Susam compareçam ao plenário da ALE/AM para dar explicações.

Marcha à ré  Tanto Luiz Castro quanto Sidney Leite e a deputada Alessandra Campêlo (MDB) se posicionaram contra a aprovação da lei sem garantia de recursos para a Saúde. No final do dia, a pressão deu certo. O governo deve afiançar hoje que 80% dos recursos dos fundos serão destinados ao setor.

Já deu   O deputado federal Alfredo Nascimento (PR)  está prestes a desistir de ser cacique político. Após tentar uma vaga para o Senado e perder, ele vê com desinteresse a possibilidade de seguir comandando o partido.

Cansou  Alfredo também já disse a pessoas próximas que não vislumbra mais ser candidato a cargos eletivos e gostaria de atuar apenas como consultor de novos quadros políticos.

Nova direção  O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do AM (Sinteam), que representa aproximadamente 30 mil profissionais, será comandado agora pela professora Ana Cristina Rodrigues. A eleição ocorreu terça-feira.  

Vai que...  Um dia após o vereador Sassá da Construção Civil (PT) desmaiar ao discursar na CMM, um médico passou a acompanhar a fala dos vereadores ao lado da tribuna.