Terça-feira, 15 de Junho de 2021
Sim e Não

OTCA tem disputa nos bastidores


show_bioma_amazonia_BD7CBCE5-3CE9-4855-AF4F-B28109055E7F.jpg
11/05/2021 às 07:36

A troca de comando na Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), prevista para o fim deste ano, já movimenta os bastidores do poder. Indicado pela Associação PanAmazônia, onde ocupa cargo de diretor executivo, o amazonense Belisário Arce vê sua ligação com a região como trunfo diante da candidatura do diplomata de carreira Carlos Alfredo Lazary. Carioca radicado em Brasília, Lazary deve contar com o apoio do vice-presidente, Hamilton Mourão.

Campanha - Procurado pela coluna, o vice-presidente não respondeu se confirma o apoio nem porquê considera Lazary o mais indicado para o cargo. Do outro lado, Arce coleciona cartas de chancela ao seu nome.

Campanha 2 - Manifestaram apoio a Arce gestores de entidades como a Confederação  Nacional do Comércio (CNC) e Fecomércio do Pará e líderes de empresas como os grupos Platinum, RD, Rovema e TVLar.

Unanimidade - O mandato da atual secretária-geral da OTCA, Mª Alexandra Moreira Lopez, termina em dezembro. A indicação para o cargo é feita por um chefe de estado e precisa ser referendada por todos os demais países que integram a organização: Guiana, Brasil Bolívia, Equador, Colômbia,  Suriname, Venezuela e Peru.

Marco legal - O relator do PL 510/2021, senador Carlos Fávaro (PSD-MT), indicou que vai manter o atual marco legal temporal quando apresentar sua versão para o projeto. Com isso, apenas terras públicas ocupadas até 2008 devem ser atingidas pela futura lei, com exceção, pontuou Fávaro, de áreas usadas por “muito pequenos produtores”.

Manifesto - A direção estadual do PSOL Amazonas apoiou manifesto de lideranças do partido em prol da candidatura de Glauber Braga à Presidência da República. No entendimento de dirigentes locais, a candidatura própria fortalece o cenário regional.

Cotão - O deputado estadual Adjuto Afonso (PP) foi o que mais utilizou os recursos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) na Assembleia Legislativa do Amazonas em 2021. Dos R$ 98.032 recebidos nos três primeiros meses deste ano, Adjuto utilizou R$ 98.026.

Histórico -  No ano passado, Adjuto usou o cotão quase na totalidade, deixando saldo de R$ 0,64 ao fim de 12 meses. Em relação ao primeiro trimestre de 2021, completam o “pódio” na ALE-AM os deputados Dermilson Chagas (R$ 97.938) e Fausto Júnior (R$ 97.852).

Pobreza Menstrual - O vereador Fransuá (PV) propôs criar uma lei para distribuição gratuita de absorventes higiênicos a estudantes de baixa renda matriculadas em escolas municipais. Alunas sem condições perdem até 45 aulas por ano por conta da falta do item de higiene, argumenta.

Concurso - Serão recebidas até dia 31 de maio as inscrições para criação da identidade visual de 125 anos do Teatro Amazonas. A ideia vencedora receberá prêmio de R$ 5 mil. Para participar é preciso ser natural do AM. Mais detalhes em agenciacultural.org.br.

Pauta recheada - O Pleno e a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Amazonas julgam hoje 179 processos. Serão apreciadas 101 aposentadorias, 28 pensões, 11 prestações de contas, oito transferências, uma reforma e uma retificação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.