Publicidade
Sim & Não

Pascarelli põe ALE/AM em sinuca de bico

12/05/2018 às 19:19 - Atualizado em 12/05/2018 às 19:21
Show dsc 2111

No jogo de xadrez entre o governo do Estado e a Assembleia Legislativa do Amazonas, um jogador do Poder Judiciário entrou em cena e moveu com habilidade uma peça que deixou os parlamentares “encurralados”. Na função de governador em exercício, o presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, sancionou o reajuste de salário dos servidores da Saúde, mas vetou artigo fruto de uma emenda polêmica que antecipava para 2019 
o pagamento de datas-bases que correspondiam a dois anos consecutivos. 

Xeque-mate   O veto que leva a rubrica do presidente do Tribunal de Justiça será apreciado pelo Legislativo Estadual. Antes, a maioria da Casa dizia que derrubaria o veto governamental. Agora, estariam os deputados dispostos a enfrentar o Poder Judiciário em ano de eleição?

Valentia   Um deputado da oposição ouvido pela coluna garante que a Casa vai derrubar o veto, mesmo ele tendo a assinatura de Flávio Pascarelli. “Não é assim que a política funciona”, comentou. “Vamos exercer o nosso mandato”, disse o parlamentar, que pediu para não ser identificado. 

Vão nada  Já um membro da base governista festejou a estratégia do Executivo e sustentou que a ALE/AM não terá coragem de peitar o presidente do TJ/AM. “Eles não vão desafiar o tribunal. Eles (deputados) têm 
muita encrenca pela frente (com o Judiciário)”.  

Profeta Outro governista mais cauteloso afirmou que mesmo o veto sendo derrubado, uma ADIN contra a emenda incluída na mensagem que reajustou o salário dos servidores da Saúde está pronta. “Será julgada e derrubada pela Justiça”, profetizou.

Viagem  O governador Amazonino Mendes (PDT), que passou parte da última semana fora do Estado, retornaria este final de semana ao comando do governo. Amazonino esteve em Brasília para reuniões políticas, mas também foi a São Paulo fazer exames no hospital Sírio Libanês. 

Juntinhos   Um avião anfíbio levou até Manacapuru, na manhã deste sábado, praticamente uma chapa inteira que concorrerá ao governo e ao Senado. Estavam na mesma aeronave o senador Omar Aziz (PSD), os deputados estaduais Josué Neto e Sidney Leite, ambos do PSD, e os deputados federais Silas Câmara (PRB), Arthur Bisneto (PSDB) e Pauderney Avelino (DEM). 

Repórter   Com o avião prestes a decolar, Silas Câmara fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook sobre a ida do grupo até Manacapuru. Após apresentar cada passageiro, apontou a câmara para Arthur Bisneto e disse: “Esse é meu predileto para vice-governador”.

Aliança   Arthur Bisneto é uma das alternativas do ninho tucano para a composição de chapa com o senador Omar Aziz, pré-candidato ao governo do Estado. Pelo grupo liderado por Omar, são pré-candidatos ao Senado os deputados federais Pauderney Avelino e Alfredo Nascimento. 

Injeção  Alfredo não esteve na viagem a Manacapuru por problemas de saúde. O parlamentar sofre com um problema crônico na coluna. Ele já fez cirurgia parar tratar do problema, mas voltou a sentir incômodo. Alfredo enfrenta as dores com infiltrações de medicamento na própria coluna.