Publicidade
Sim & Não

PCdoB: ‘união com Braga é impossível’

18/01/2018 às 21:23
Show eduardo braga

O presidente estadual do PCdoB, ex-deputado e ex-titular da Sepror, Eron Bezerra, afirmou ao SIM&NÃO que uma aliança em 2018 com o MDB (antigo PMDB) do senador Eduardo Braga “é impossível”. De acordo com ele, “qualquer candidatura do PMDB está marcada com a cara do Temer”. “Nós não vamos apoiar o PMDB aqui. Agora não tem jeito”. No Amazonas, o PCdoB fez alianças com Eduardo Braga em cinco eleições:  1998, 2006, 2010, 2014 e no pleito suplementar de 2017. Em 2010, Vanessa Grazziotin foi eleita para o Senado com o apoio de Braga.

Arranjos A declaração de Eron Bezerra foi dada diante de questionamentos sobre o desenho eleitoral deste ano e a  formação de possíveis chapas com a participação do PCdoB.

Desarranjos O líder comunista afirmou que a tese defendida por Francisco Praciano, que propôs a união de toda a esquerda no Estado, é encampada por ele  há mais de uma década. “Infelizmente, na hora do vamos ver, os companheiros do PT definem outros rumos”.

Lista  Eron acredita que PSB, PT, PCdoB e PSOL podem estar juntos, em 2018, e que nomes como o dele, de José Ricardo e David Almeida precisam ser avaliados para a disputa ao governo do Estado.  “Os partidos podem e devem colocar seus pleitos na mesa, desde que não seja uma imposição”, declarou. 

É guerra  O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) manterá a batalha dentro do PSDB para ser o candidato da sigla à Presidência da República, independente da indicação feita ontem pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que praticamente definiu Geraldo Alckmin como o nome do partido na corrida ao Planalto. 

Apoio  Em entrevista ao  programa “90 Minutos”, da Rádio Bandeirantes, apresentado por José Luiz Datena, FHC disse:  “Acho que chegou o momento de dizer: tá bem, tem vários que são bons, mas, quem tem mais chance nesse momento, quem pode levantar a bandeira do PSDB, é o Alckmin”, disse FHC, sobre e eleição presidencial.

Crítica “Ele (FHC) é um eleitor prestigioso, mas quero a consulta a todos os filiados”, sentenciou Arthur. “Se não me impedirem, venço dele (Alckmin). Cabe a ele saber competir com honra”. O tucano voltou a criticar a condução das prévias (marcada para 4 de março) e disse que o governador de São Paulo está definindo as regras da luta que vai participar.

Recuo O Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM) vai reavaliar a decisão de cancelar a aposentadoria do ex-juiz Francisco Balieiro, que após deixar o Judiciário se elegeu deputado estadual e também passou a  atuar como advogado.

Medida De acordo com a presidente do TCE/AM, Yara Lins, relatora do processo que resultou na suspensão da aposentadoria, o plenário do tribunal irá julgar um recurso movido por Balieiro. Nele, o advogado argumenta ter se aposentado dentro das normas legais e com o tempo de serviço correspondente.

Saúde  O sangue de doadores agora passará por testes para a identificação de malária, no Hemoam. O anúncio foi feito pela Susam. Até então, o sangue doado passava por testes para identificar HIV, Sífilis, hepatite B e C, Doença de Chagas e outras que podem afetar o sistema nervoso e imunológico. O projeto tem parceria com a Fiocruz.