Publicidade
Sim & Não

PDT Nacional decreta: Amazonino é candidato, sem prévias

20/07/2018 às 11:03
Show amazonino

Antes mesmo de começar a convenção nacional do PDT em Brasília, que confirma hoje Ciro Gomes como o candidato à Presidência da legenda, o presidente do partido, Carlos Luppi, pegou o microfone e deu um recado ao perceber a chegada do governador Amazonino Mendes ao evento.

"Nós vamos combinar a convenção, com Hissa (Abrahão) e ele, conforme a conveniência que o amigo (Amazonino) disser, e esse partido é um partido de uma palavra só", afirmou Carlos Luppi, após abraçar o governador, no palco do evento.

Ele prosseguiu. "O senhor tem cumprido um belo mandato no Amazonas, tem honrado nosso partido, e será novamente governador do Estado do Amazonas", decretou.

A fala do presidente nacional do PDT põe por terra a iniciativa da Executiva Estadual do partido no Amazonas de impor condições ao projeto de reeleição de Amazonino, como, por exemplo, concorrer com outros dois nomes da sigla pela candidatura e defendê-la até 48h antes da convenção.

Conforme afirmou Carlos Luppi, a convenção estadual não só confirmará o nome de Amazonino como candidato, mas ocorrerá de acordo com a conveniência do governador.

Na edição de hoje do SIM& NÃO, a coluna já adiantava que a liderança  de Hissa Abrahão, presidente estadual da legenda, estava sob ameaça, após decidir bater de frente com Amazonino. Abordado sobre o assunto, Hissa havia dito: "Satanás às vezes passa do limite".