Publicidade
Sim & Não

PMM fala em baixar água em campanha

20/10/2016 às 21:39
Show artur033

Uma semana depois do prefeito Artur Neto (PSDB) ser questionado em debate na TV por Marcelo Ramos (PR), e com dois anos de atraso, a prefeitura anuncia que conseguiu nesta quinta-feira (21), na Justiça, obrigar a concessionária de água cobrar tarifa social de 130 mil usuários do sistema inscritos no Bolsa Família. No debate do dia 14, Marcelo acusou Artur de omissão, uma vez que a inclusão dos beneficiários do programa federal na tarifa social é uma obrigação contratual da concessionária desde 2014.

A calhar  Segundo nota da prefeitura, com a decisão da Justiça, em plena campanha, os beneficiários que se encaixam no perfil da tarifa passarão, ainda em novembro, a ter acesso à tarifa com 50% de desconto, sem precisar procurar a concessionária.

Delay 1 “Infelizmente, só 2.500 desses 130 mil pagam tarifa social. A Arsam já condenou a empresa em R$ 13 milhões de multa, e a prefeitura nunca executou”, afirmou Marcelo no debate.

Delay 2  “Estou fazendo isso. Esperando apenas que passe o período eleitoral. Vamos obrigar a empresa procurar, sob nossa supervisão, para imediatamente fazer esse cadastro. A tarifa social é uma conquista nossa”, respondeu Artur, durante o debate. A prefeitura foi à Justiça no dia 18.

Engajamento  Terceiro colocado no 1º turno, o deputado federal Silas Câmara (PRB) é um dos mais engajados na campanha de Marcelo Ramos nas redes sociais. Ontem, o parlamentar fazia postagens alertando o eleitor sobre os “mitos” do voto nulo.

Saideira  O vereador Waldemir José (PT) quer deixar a CMM aprovando projeto de lei que adota bermuda e camiseta como fardamento dos alunos da rede pública municipal.

Quente que só   O que motiva o parlamentar a opinar sobre a vestimenta dos alunos não tem nada a ver com moda. O que preocupa o vereador é o calor da cidade. Waldemir não foi reeleito.

Comigo...   “Não é por culpa nossa que os pagamentos não vêm sendo efetuados. Acredito que seja alguma coisa relativa à arrecadação”. Do secretário estadual Sérgio Fontes (Segurança), em entrevista na TV, sobre o atraso do aluguel da sede da pasta, que fica dentro de um shopping na zona Norte.

...não  Segundo Sérgio Fontes, do ponto de vista administrativo, todos os meses a pasta tem autorizado os pagamentos previstos no orçamento de 2016. “Todos os nosso procedimentos para pagamentos estão ok”, declarou o titular da SSP.

Devo, não nego  À coluna, o secretário estadual Afonso Lobo (Fazenda) admitiu a dificuldade em liberar o pagamento dos aluguéis da SSP, mas prometeu resolver o problema até o final deste mês.

Feijão com arroz  O Governo do Amazonas enviou nota às redações, ontem, informando que cogitou mudar a data do ponto facultativo do dia 28, Dia do Servidor Público, para o dia 31 de outubro, seguindo o TJ-AM e do MP-AM. Mas como não houve a confirmação da mudança da data, vai deixar tudo como está.