Publicidade
Sim & Não

Por pacto, Omar abre mão do cargo

09/04/2016 às 23:06
Show b41c7675 cd23 4df7 984f fa2ee6b28885

 

O senador Omar Aziz (PSD) está decidido a empenhar o próprio mandato por uma “sacudida” na política de todo País. Ele diz concordar com a proposta de “eleições gerais” de todos os cargos eletivos, este ano, de modo que a população tome as rédeas sobre os rumos do País. “O Brasil precisa ser passado a limpo em todos os sentidos. Não adianta mudar uma pessoa e a mentalidade do Congresso continuar a mesma”, afirma, acrescentando que, para ele,  cada novo mandato deveria ter metas a cumprir.

Quadro

Apesar de seu partido, o PSD, ainda mostrar indecisão sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff, Omar Aziz diz que mantém sua posição favorável à saída da petista, mas pondera que “o dia seguinte” também o preocupa.  “Do jeito que está o País não pode ficar. Nós já saíamos de uma recessão para uma depressão”.

Caciques

No Amazonas, os principais quadros do PDT, atualmente, são o deputado federal Hissa Abrahão, que chegou tomando posse da presidência da sigla, e o ex-governador Amazonino Mendes, que não ocupa função na direção da sigla - e diz abertamente que nem quer. 

Pesquisa

Os deputados estaduais Belarmino Lins (PMDB) e David Almeida (PSD), prováveis candidatos a substituir Josué Neto (PSD) na presidência da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), têm feito o próprio “Datafolha” para sondar a inclinação de votos de seu pares.

Sondagem 

Como quem não quer nada, ambos vêm abordando com frequência colegas de Parlamento para saber se têm a adesão dos membros da Casa. “Belão” já foi presidente do Legislativo Estadual três vezes. David tenta emplacar a primeira eleição.

Estratégia

Outro que nunca escondeu interesse em assumir a direção da ALE/AM é o deputado licenciado Sidney Leite, atual titular da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror). Por ora, a manutenção dele no Executivo tem sido estratégica para o governo. Quanto menos candidatos se ‘arranhando’ pela chefia da Casa, menos desgaste.

Promessa 

O prefeito Artur Neto (PSDB) sustentou, ontem, que vai sugerir à organização do Rock in Rio a participação de cantores locais no megaevento que a marca realizará na capital, em agosto deste ano. O compromisso veio em resposta à cobrança feita por internautas sobre a ausência de artistas regionais no show.  

Cutucada

Ao voltar ao tema, em suas redes sociais, Artur reforçou que o ‘Amazônia Live Rock in Rio’ não terá a participação de recursos públicos, e argumentou que eventos como esse contribuem para incrementar o turismo e a renda. “Há quem fique contra. Geralmente perdedores profissionais, que torcem contra o melhor e perdem junto com o pior”, alfinetou.  

Conveniência

Antes tratada como joia rara de sua coroa, o ex-governador e ministro da Dilma, Eduardo Braga (PMDB), quer distância da construção da Arena da Amazônia. Citado na Lava Jato como destinatário de propina pela obra, Braga agora afirma que não pagou nem assinou contrato.

Ligeiro 

Eduardo Braga também foi rápido ao responder à coluna sobre informação que dava conta de sua possível saída do PMDB para o PDT. “É mentira”, respondeu, acrescentando que, inclusive, vai gravar participação no programa que comemora os 50 anos do partido.