Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021
Sim e Não

Prefeitura de Autazes exige vacinação


vacinaecartao-covid-marcialeal-920x530_CF71A7CF-6C32-4DE8-AB9D-0CE7EC30AB6A.jpeg
22/07/2021 às 07:26

A Prefeitura do município de Autazes deu um prazo de quinze dias para que todos os servidores municipais apresentem o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para terem acesso aos seus respectivos locais de trabalho. A medida consta no decreto 49/2021, assinado pelo prefeito Andreson Cavalcante,  publicado na última terça-feira, e vale para os funcionários de todas as secretarias e órgãos da administração municipal.  Os servidores devem entregar o comprovante junto ao RH de onde são lotados.

Decreto -  No decreto, o prefeito afirma que tomou a medida diante da realização, no último dia 2 de julho, de um mutirão de vacinação no município que englobou pessoas acima dos 18 anos. "O descumprimento do teor deste decreto, por parte do servidor municipal, poderá acarretar em sanções administrativas e disciplinares", diz o decreto.

Decreto 2 - Autazes tem uma cobertura vacinal abaixo da média do Estado. Enquanto no Amazonas a média é de 64% do público-alvo imunizado com pelo menos uma dose, no município o índice é de apenas 42,8%. Para editar o decreto,  o prefeito considerou a "necessidade de promover políticas de incentivo à vacinação em massa no âmbito municipal, uma vez que, quanto maior a quantidade de pessoas vacinadas, maior será a diminuição da circulação do vírus”.

Ação de Verão - Ainda sobre Autazes, a cidade realiza na próxima sexta-feira, 23, o lançamento do pacote ‘Ação de Verão’, maior investimento de toda a história do município, com recursos da ordem de R$ 90 milhões, oriundos da esfera federal, estadual e municipal, a serem aplicados em vários segmentos. O anúncio será realizado na Praça Otaviano de Melo, a partir das 8h, pelo prefeito Andreson Cavalcante (PSC) e o vice, Marcelo Tupinambá (Republicanos).

Coletivo  -  Uma solenidade de casamento coletivo oficializou a união civil de cinco casais no município de Urucurituba (distante 207 quilômetros de Manaus). Conforme orienta e determina Provimentos específicos expedidos pela Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ/AM) a cerimônia seguiu protocolos de saúde em prevenção à covid-19 e foi organizada pela serventia extrajudicial do município contemplando os ritos exigidos pela legislação.

Assentos - O Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, deputado Roberto Cidade (PV), apresentou o Projeto de Lei n. 347/2021, que torna obrigatório a disponibilização de assentos e sistema de senhas nas casas lotéricas existentes em todo o Amazonas. Segundo ele, a medida deu-se por preocupação com o bem-estar dos grupos prioritários como pessoas com deficiência, idosos, gestantes e com criança de colo, que utilizam os serviços das Casas Lotéricas.

Portal... -  O Ministério Público do Amazonas, por meio da 2ª Promotoria de Manacapuru, ajuizou Ação Civil Pública obrigando o poder executivo da região a atualizar o portal da transparência, com os dados e informações referentes as compras realizadas e contratos celebrados, de forma direta ou não, para a prevenção e enfrentamento da covid19.

...da Transparência  -  De acordo com informações levantadas pela Promotora Tânia Maria de Azevedo Feitosa – titular da promotoria – o município recebeu do governo federal valor de R$ 8.406.667,50, como verba destinada ao enfrentamento da pandemia. Na exposição dos dados, via portal da transparência, criou-se um espaço para ações de enfrentamento contra a covid19, mas não houve  a disponibilização no sítio sobre elementos de contratos, receitas e gastos.

 

 

 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.