Publicidade
Sim & Não

Prefeitura de Manaus quer cuidado com mídias sociais

14/01/2017 às 20:20
Show artur

Passada a primeira reforma administrativa, o governo tucano quer agora cuidar da imagem do prefeito na Internet, dando mais importância às redes sociais nesse segundo mandato de Artur Neto (PSDB). O ex-subsecretário municipal de Comunicação, Mário Adolfo Filho, deve assumir a coordenação de mídias sociais da prefeitura e do tucano. Mário Adolfo coordenou a equipe de comunicação de Artur nas eleições, mas foi substituído na Semcom pelo também jornalista Eric Gamboa.

Virtual e real Além da imagem virtual, a saúde de Artur preocupa. Essa semana, o tucano foi para São Paulo fazer exames. O retorno estava previsto para sexta, 13, mas ele acabou ficando mais tempo para aguardar resultados de exames. O político tem 71 anos.

Sabe nada Do vereador Marcelo Serafim (PSB) sobre a nomeação de Franklin Pinto para o Manaustrans: “É a clara  demonstração do descaso do prefeito com um dos maiores problemas de Manaus. O secretário entende de trânsito o mesmo que eu entendo de Física Quântica Espacial. Ou seja, nada!”.

Organizado O TSE elogiou essa semana a execução orçamentária do TRE-AM. Em um ranking da Justiça Eleitoral, o tribunal do Amazonas foi o 4º mais organizado. Em um passado não muito distante, o órgão era um dos últimos.

Concorrência Oito juízes se inscreveram até agora para disputar uma vaga de desembargador pelo critério de merecimento: Airton gentil, Joana Meirelles, Adalberto Carim, Cézar Bandiera, Elci Simões de Oliveira, Onilza Gerth, Mirza Telma Cunha e Lia Maria Guedes.

Tá aberta As inscrições continuam abertas. Mas não há nem previsão de escolher o próximo desembargador do TJ pelo critério de merecimento. A data deve ser definida em um reunião do Pleno, na volta do recesso.

Limites  O Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM) emitiu recomendação aos prefeitos que declararam situação de emergência nos municípios do Estado que só pratiquem atos e celebrem contratos com conteúdo restrito às necessidades e serviços essenciais, inadiáveis e de urgência.

Coari e Cia  Essa semana, o prefeito de Coari, Adail José Pinheiro (PP), decretou situação de emergência na cidade e ficou livre para contratar serviços e obras sem licitação. Outros prefeitos vêm fazendo o mesmo.

Não falta PM  Um deputado estadual diz que fez as contas e concluiu que na ALE-AM há mais policiais militares que em todo o Alto Solimões. “Muitos oficiais são cabos eleitorais”, comentou o político, que pediu para ter o nome preservado.

Pouca coragem Informações da SSP-AM dão conta de que outros nomes foram sondados pelo governo para assumir a Seap, mas não tiveram coragem de aceitar o convite. Com o currículo e o perfil exigido, apenas Cleitman Rabelo aceitou.

Atividade fim Perguntado por jornalistas sobre a possível criação do Ministério da Segurança, defendida pela bancada da Bala, o líder do Democratas na Câmara, Pauderney Avelino, afirmou: “Acredito que a criação de um ministério com diversos cargos vai destinar recursos para uma atividade meio, em vez de serem investidos na atividade fim, que é a segurança da população”.

Foco O deputado Luiz Castro avalia que a Rede precisa em 2017 focar na sua organização e ampliar sua atuação no Estado. “Vamos procurar ajudar”, afirmou o parlamentar.