Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Pinga Fogo

Presidente de Associação é contra instalação de ponto para juízes e desembargadores do AM


f_rum_0B8D0601-6158-45B5-A4E0-E2D51080D2C5.JPG
25/04/2019 às 07:44

#O presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas, Cássio André Borges dos Santos, somou argumentos contra o pedido de instalação de ponto eletrônico para controlar a frequência de juízes e desembargadores nos fóruns, noticiado na edição de ontem.

#Cássio lembra que o TJAM é detentor do “Selo Justiça em Números/Categoria Ouro”.  E que no âmbito dos juizados especiais cíveis, onde mais se litiga, o tempo médio para prolação de sentença é de seis meses. “Se a frequência fosse um problema, certamente as metas e premiações supracitadas não seriam alcançadas”, comenta.

#O presidente da Amazon diz ainda que hoje não há remuneração a mais para magistrados que realizam plantões, trabalham em casa ou após o expediente.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.