Publicidade
Sim & Não

Pressionada, Susam recua de demissões

16/06/2016 às 17:49 - Atualizado em 16/06/2016 às 20:51
Show img0017368421

A pedido do procurador-geral de Contas, Carlos Alberto de Souza Almeida, a Susam suspendeu a demissão de 54 cirurgiões-dentistas que mantêm contrato com a pasta por meio de regime temporário. O procurador e o filho dele, o defensor público Carlos Alberto de Souza Filho, que também assinou o requerimento, alegaram que a decisão poderia prejudicar o atendimento à população, uma vez que não havia informação de que os profissionais dispensados seriam substituídos.

 

Resignado  

Após reunião com os autores do requerimento e com técnicos da Casa Civil do governo, quarta-feira, 15, o secretário Pedro Elias (Susam) concordou em obedecer.

 

Bem mandado  

Segundo Elias, a decisão tinha o intuito de atender determinação do próprio TCE-AM e de ação judicial, que o obriga a pasta a demitir temporários para contratar concursados.

 

Um para um 

O procurador e o defensor alegam que o concurso de 2014 não abriu vaga para dentista, logo, não veem razão para as dispensas. Pedro Elias diz que a lógica é demitir temporários para efetivar número igual de concursados, independente dos cargos guardarem ou não semelhanças.

 

Espanto 

No TCE-AM, as conversas eram de surpresa pelo fato de a primeira ação de Carlos Alberto após ser escolhido pelo governador José Melo (Pros) para o cargo de procurador-geral de Contas ter sido de confrontar o governo.

 

Furou   

Em tom de delação, o deputado estadual Dermilson Chagas (PEN) chamou a atenção do líder do governo David Almeida (PSD) para avisá-lo de que o secretário Sidney Leite (Produção Rural) foi convidado para reunião com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, mas não foi.

 

Ninho alheio  

Sidney tinha  motivos para não ir a Brasília para a reunião. O encontro tinha como participantes, além de Dermilson, os peemedebistas Alessandra Campelo, Wanderley Dallas e Eduardo Braga.

 

Dia do noivo 

 Falando em Dermilson, o deputado foi o primeiro a discursar na ALE-AM e um dos primeiros a deixar a Casa, ontem. A razão da pressa: casar. O político deixou o prédio literalmente correndo para não deixar a noiva esperando.

 

Patinho feio   

Membros do PSB no Amazonas não veem o deputado federal Heráclito Fortes, todo enrolado na Lava Jato, como um membro nato da sigla. “Ele é originário do PFL. E surgiu agora no PSB. Ele está lá, mas não é de lá”, disse um membro da executiva estadual do partido.

 

Novela 1  

O chefe da Casa Civil Raul Zaidan disse que espera orientação da PGE para decidir o que fará com os cinco delegados, conhecidos como “Quinteto Fantástico”. Julgamento do Superior Tribunal de Justiça de maio definiu como correta a decisão do ex-governador Omar Aziz (PSD) de exonerá-los.

 

Novela 2   

Sem uma atitude do Estado agora, os cinco continuam admitidos e ganhando como delegados. Dois deles entraram de férias um dia depois da decisão do STJ. O jornal não conseguiu contato com o procurador-geral do Estado, Clóvis Smith.