Publicidade
Sim & Não

Processo rodeado de pressões

24/11/2016 às 20:16
Show gilmar mendes 022

As declarações do presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, reproduzidas pela Folha de São Paulo, sobre a pressão em torno do processo de cassação do governador José Melo, confirmam o que já se falava nos bastidores: há um desespero de uma das partes para que a ação seja julgada ainda esse ano. Para o senador Eduardo Braga (PMDB), voltar ao governo é o “melhor” dos mundos: seria investigado pela Lava Jato no STJ apenas se houvesse a aprovação da Assembleia Legislativa do Estado.

Poder   Eis o segundo motivo para o desespero: se o processo de Melo for julgado só no ano que vem, e o TSE confirmar a cassação, o presidente do Legislativo Estadual assumirá o governo, mas terá que chamar novas eleições. Isso, aliás,  aumentou o interesse pela presidência da Casa.

Crioulo doido   É estranho, mas o Pros, sigla comandada por José Melo, e o PMDB, de Braga, caminham para um acerto rumo à presidência da ALE/AM. Belarmino Lins e Sidney Leite despontam como possíveis cabeças de chapa pelo Pros. O peemedebista Vicente Lopes seria candidato a vice.

Chapão  Participam das articulações para o “chapão” também o PT, o  DEM, PR, PEN. A possível aliança não têm, necessariamente, o “sim” dos caciques do Pros e do PMDB. Há na ALE/AM uma rebeldia generalizada, que se contrapõe, inclusive, à articulação feita por pessoa diretamente ligada a Melo, que dava preferência ao deputado David Almeida.

Manutenção  Quem tenta pesquisar os projetos de lei em andamento na Assembleia não consegue obter informações por meio do site da Casa. A frase “em manutenção” perdura há dois meses na seção em que o serviço ficava disponível. A situação é “conveniente” especialmente no final do ano, quando algumas propostas são votadas na surdina.

Desânimo  A recomendação do MPE/AM, que exige o fim do pagamento de taxas nas escolas administradas pela PM, abriu uma crise entre os militares que atuam na gestão dos colégios. Para alguns deles, sem a ajuda financeira extra será impossível manter a qualidade do ensino nas escolas. Por isso, já há quem planeje o retorno integral à atividade policial.

Crise  O número de  financiamentos de “automóveis leves” no Amazonas caiu em quase 20% este ano. Ao todo, foram financiados 36.950 veículos. O levantamento é da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip).

Número 2  Conforme os dados da Cetip, entre janeiro e outubro de 2016 foram financiados 9.761 motos no Amazonas, recuo de 17,6% em relação a 2015. Ainda assim, o Estado tem o segundo maior volume de financiamentos de autos leves na região Norte, atrás apenas do Pará.

Fatura  Aos servidores da Defensoria Pública Estadual, que tinham dúvidas sobre o recebimento do 13º salário, o chefe do órgão, Rafael Barbosa, afirmou que “sim”, todos vão receber o pagamento  - até o dia 15 de dezembro.

Solução   A Escola Estadual Raimundo Gomes Nogueira não vai mais funcionar à noite, em 2017. Motivo: violência. As aulas só serão ministradas nos períodos matutino e vespertino. O número de salas no colégio também vai cair de 18 para 14.