Publicidade
Editorial

Racionamento de energia elétrica

20/10/2016 às 21:49
Show energia0333

Enquanto candidatos disputam a atenção de um eleitorado mais difícil de ser convencido na reta final da campanha pela Prefeitura de Manaus, moradores da cidade padecem com a falta de energia elétrica e de um posicionamento claro sobre o porquê das recorrentes ocorrências.

Exatamente na fase em que a temperatura está em alta elevação, os problemas se multiplicam afetando a saúde das pessoas, principalmente idosos e crianças, o racionamento de energia elétrica torna-se maior. Diante das reclamações dos moradores até hoje nenhuma informação que possa ajudar a reduzir o sofrimento foi dada. É como se os gestores públicos, o legislativo e o judiciário estivessem em férias prolongadas, longe dos problemas que atingem Manaus e outras cidades do Amazonas.

Há uma espécie de lava mãos também para essa situação. Vários bairros têm ficado até duas horas na escuridão. São muitas as queixas dos moradores que ao tentarem falar com o serviço de emergência da operadora do sistema Eletrobras Amazonas Energia têm como resposta eletrônica a orientação para que vejam na fatura da conta o número de matrícula do usuário. O que é normalmente complicado e até impossível pois os apagões ocorrem sem aviso e por vezes à noite dificultando o acesso ao documento exigido.

Não é natural a falta de energia elétrica. Muito pior é a forma como essa questão está sendo tratada. Os períodos de elevação da temperatura são citados como justificativa para a interrupção do serviço, o que causa estranheza é não existir nenhum plano de prevenção, nenhuma campanha de esclarecimento e nenhum mapeamento capaz de demonstrar os possíveis dias e horários de ocorrência da falta de energia. Há regiões da cidade que não sabem o que é ficar no escuro, estão sempre com muita luz tanto nas áreas de moradias quanto das calçadas e de praças. Enquanto em outros locais, nos bairros mais pobres, o racionamento atormenta permanentemente a vida das famílias. É como se houvesse uma seleção entre os que devem ficar no escuro e os que terão a garantia do serviço.

O fornecimento da Energia elétrica, o preço pago pelo serviço e a falta de transparência nesse setor deveriam ser um dos grandes temas dessas eleições, afinal, milhares de pessoas estão sofrendo em função da precariedade do serviço.