Domingo, 16 de Maio de 2021
Editorial

Recuo previsível


gerente-supervisor-industrial-com-mascara-higienica-falando-com-o-trabalhador-na-fabrica-de-producao_342744-124_CB432146-353D-4D14-B0B1-9CAEC99C559B.jpg
09/04/2021 às 07:45

O forte recuo nos indicadores da indústria brasileira em fevereiro, com destaque para a Zona Franca de Manaus, já era esperado por economistas e por todos aqueles que acompanham o setor. Os efeitos da pandemia de covid-19, que tem causado retração do consumo, obstruído o fluxo de componentes industriais, e  restringido a atuação de operários nas linhas de produção, tornam o panorama geral bastante previsível. Um cenário negativo que tende a persistir nos próximos meses em nível nacional. Na Zona Franca, podemos ter um período de alívio que pode ou não representar uma retomada, o que vai depender do desenvolvimento da pandemia. Especialistas projetam a  possibilidade de uma terceira onda de infecções, o que tem levado o governo estadual a tomar providências no sentido de  preparar a rede pública de saúde.

Infelizmente, os prejuízos são inevitáveis, tanto na produção industrial como na geração e manutenção de empregos. O momento é de concentrar todos os esforços nas únicas armas com eficácia comprovada contra a crise sanitária:  vacinação em massa e medidas de distanciamento social.  Nesse aspecto, o Amazonas tem certa vantagem. É o Estado que mais vacinou, mas precisa encontrar formas para manter esse ritmo. Se a terceira onda vier, sua gravidade estará inversamente relacionada ao índice de imunização da população.

A prioridade máxima é a vacinação. É por esse motivo que o governo do Estado tem buscado alternativas para garantir o abastecimento de vacinas  em face da ausência de uma coordenação nacional eficaz. Para a indústria, em especial, o momento é de planejar, rever estratégias,  identificar oportunidades e reinventar-se em meio às  incertezas.

Obviamente, mais do que Nunca, será indispensável o apoio oficial por meio de programas especiais muito bem elaborados pelo governo federal com participação das administrações estaduais.  Recentemente, o Executivo nacional reuniu-se com empresários para manifestar compromisso com a vacinação e disposição para dar o apoio que for necessário ao setor produtivo. Espera-se que o foco seja, de fato, o desenvolvimento de estratégias para superar a crise sanitária e econômica,  desviando-se da mera busca por apoio visando fins eleitoreiros.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.