Publicidade
Sim & Não

Redes sociais viram xodó de Amazonino

16/09/2017 às 22:38 - Atualizado em 16/09/2017 às 23:18
Show amazonino 123

O governador eleito Amazonino Mendes (PDT) está apaixonado pela comunicação via redes sociais. Assessores próximos estão surpresos não apenas com a desenvoltura do pedetista ao falar para o público da Internet, mas também do interesse dele em gravar vídeos e comunicar com rapidez informações que julga importantes. Recém-apresentado ao WhatsApp, o governador eleito elegeu o aplicativo com sua principal forma de interação. Ligado, recebe todo dia briefings do que foi publicado na imprensa.

Filão  Em entrevista ao A CRÍTICA, no início da campanha para a eleição suplementar, Amazonino já se mostrava disposto a encarar a Internet, inclusive como forma de economizar na campanha.

Adorando   “Hoje você tem um caminho fantástico, que é a rede social”, disse, no começo de julho. “Eu adoro essa campanha, que é mais aproximada das ideias. É o máximo!”, afirmou. À época, a declaração pareceu ser apenas discurso de campanha. Não era.

Prepara!   Um membro da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM) diz que Amazonino “não tem ideia” dos problemas que vai encontrar no Executivo - inclusive no que diz respeito às contas e aos gastos.

Em boa hora  O Amazonas está contemplado por uma decisão do STF que corrigiu valores repassados pela União aos Estados para o Fundo de Manutenção e de Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef), atual Fundeb, referentes ao período 1997 a 2007. 

Caixa  Com a correção, o Estado ganhou o direito de receber R$ 200 milhões, de um montante de quase R$ 50 bilhões que governo federal terá que dispor para pagamento aos Estados que moveram uma Ação Civil Originária (ACO) junto ao Supremo. As informações são da  procuradora do Estado Sandra Couto, Chefe da Procuradoria do Amazonas no DF, que atuou no caso. Ela lembra a ação durou 15 anos. 

Quase lá   A investigação aberta pelo MPE/AM contra o deputado estadual Platiny Soares, por improbidade administrativa, está em fase final e deve ser enviada à Justiça dentro de um mês.

Fantasmas  Conforme denúncia feita por A CRÍTICA,  Platiny mantinha como assessores cinco parentes do seu chefe de gabinete, Ruan Alves de Araújo, três deles residindo fora do Amazonas. Um mês após a denúncia, o deputado estadual demitiu o quinteto.

Negociação O deputado federal pelo Paraná Luiz Carlos Hauly (PSDB),  que defende a extinção de dez tributos para a criação do Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), o que eliminaria inclusive o PIS e a Cofins, disse que quando assunto chega na Zona Franca de Manaus (ZFM), trava.

Pendência Segundo Hauly, a proposta de reforma apresentada na Câmara Federal ainda não traz solução para a ZFM. “Esse é o único tema que ainda está sendo discutido. Todo o resto da reforma já conta com o apoio do empresariado”, afirmou ele ao “Estadão”. 

Paliativo A categoria de taxistas está animada com a possibilidade de ser incluída na rotina de serviços da Prefeitura de Manaus e, óbvio, ser remunerada por isso.

Dúvida Resta saber se, com isso, a Prefeitura vai reduzir os gastos milionários com aluguéis de veículos.