Publicidade
Editorial

Resistências revigoradas

28/06/2018 às 21:47
Show parintins

As festas populares de época como as manifestações folclóricas juninas são um dos bonitos e fortes mobilizadores da sociedade. Nelas a participação multicultural e o revigoramento de movimentos que têm nas brincadeiras vinculadas às versões cristã e afrodescendente ganham elementos indutores de geração de renda, de postos de trabalho, da criatividade e  produzem sensação de alegria e convivência com dimensões comunitárias marcantes.

Com fortes raízes no Brasil, as festas juninas ainda não receberam a atenção devida por parte de uma política de governo nacional no campo da cultura, das artes e do turismo interno e externo. O vai e vem de visitantes nessas festas se dá principalmente pelo movimento paralelo de divulgadores pessoais que passam a relatar as experiências vividas ao participarem desses festejos. Não se defende o patrocínio dependente do governo federal nessas atividades e sim o apoio governamental estratégico que contribuía à valorização das festas folclóricas respeitando as diferenças regionais e inter-regionais e incentivando as forças vivas locais para que na construção de um plano nacional nessa área a presença estadual e municipal seja atuante.

Em momentos de crises agudas, como a que o Brasil mergulhou as festas do mundo folclórico também abrem espaço a arranjos produtivos com enorme capacidade de criar ambientes de superação a partir dos pequenos negócios. No Nordeste e Norte brasileiros, o folclore tem sido um desses elementos de resistência por meio do encontro de culturas, do lazer e entretenimento, todos reunidos nas manifestações de brincantes, visitantes, torcedores.

O Festival Folclórico de Parintins é um desses bons exemplos dos brasileiros na produção das brincadeiras de época com energia potencializada para atrair, a cada ano, milhares de pessoas a ilha. A Rede Calderaro de Comunicação (RCC) em parceria com Rede Record aposta nesse empreendimento cultural por enxergá-lo como um dos mais ricos, criativos e belos do País e do mundo. Há anos investe na construção e ampliação de espaço de visibilidade e circulação da brincadeira dos bumbás Garantido e Caprichoso como riqueza da nossa terra e da nossa gente. Em Parintins acontece, todos os anos, um grande reencontro e encontros da cultura popular envolvendo todas as idades, diferentes pessoas de diferentes lugares. As todas e o ritmo próprio das danças abrigam alegria e paixões de povos que enfrentam todas as ideias de segregação.