Publicidade
Sim & Não

Secretário era falso engenheiro

28/05/2016 às 23:55
Show secr

No desdobramento das investigações da Operação Timbó, o Ministério Público Estadual (MP-AM) descobriu que o secretário de Obras de Santa Isabel do Rio Negro, Carlos Augusto Araújo dos Santos, usava um diploma falso para atuar como engenheiro civil. Segundo os investigadores, a falsidade do documento foi atestada pela Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), em São Leopoldo (RS), por onde Carlos dizia ter obtido a formação superior.

Na cadeia  

Carlos foi preso no último dia 10, acusado de participar de uma organização criminosa que desviava recursos públicos da prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro.

Fichado  

Os investigadores descobriram um boletim de ocorrência em Manaus contra o falso engenheiro. No documento, a vítima relata as barbeiradas de Carlos em uma construção na capital.

De verdade  

Um fato curioso na apuração do caso descoberto pelos promotores foi que, como quem suspeitava ser descoberto a qualquer hora, Carlos Augusto, agora, estava mesmo estudando engenharia em uma faculdade em Manaus. Detalhe: como bolsista do Fies, programa do Governo Federal. 

Eu juro  

O presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, diz que entrega o cargo se não conseguir aprovar no conselho da ordem eleições diretas da lista sêxtupla para vaga de desembargador pelo quinto constitucional.

Plano  

Opositores de Choy espalham que ele estaria articulando perder de propósito a votação no conselho, isentando-se assim da culpa pelo não cumprimento de uma promessa de campanha. Em uma eleição indireta, caberia a Choy escolher os nomes da lista.

Ato falho  

Recém chegada no PMDB, a deputada estadual Alessandra Campelo ainda não passou totalmente para o lado anti-PT. Essa semana, a ex-comunista disse que é injusto colocar na conta de Dilma Rousseff a culpa pela dificuldade orçamentária que passa o Amazonas.

Chega  

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) afirma a aliados que não é possível que esse ano o partido não lance candidato próprio à prefeito. O petista lembra que a legenda em Manaus sempre fez concessões para ajudar os projetos dos aliados, mas dessa vez não. Já deu, diz ele.

Recompensa 1  

Vai ficar nas mãos do Solidariedade a superintendência do Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Amazonas. Quem garante é o presidente estadual da legenda e vice-governador Henrique Oliveira.

Recompensa 2  

O Solidariedade é comandado nacionalmente pelo deputado federal Paulinho da Força, que foi um dos articuladores do impeachment de Dilma Rousseff.

Desafinou  

O pré-candidato a prefeito Marcelo Ramos (PR) diz que a capacidade de diálogo que José Melo e Artur Neto têm quando está em jogo a eleição deles deveria ter se manifestado no episódio da desativação de unidades de saúde do Estado em Manaus.

De surpresa  

A prefeitura reclamou de saber pela imprensa das mudanças nos equipamentos de saúde da capital.