Publicidade
Sim & Não

‘Segredo’ sobre dívidas vai à justiça

28/03/2017 às 21:32 - Atualizado em 28/03/2017 às 21:33
Show chico preto033

O vereador Marco Antônio Chico Preto (PMN) vai recorrer à justiça para ter acesso às dívidas das empresas de transporte coletivo com a Prefeitura de Manaus. Ontem, por maioria de votos, o Legislativo Municipal negou aprovação de requerimento que exigia do poder executivo a apresentação das cifras. Parecer da Procuradoria-Geral do Município (PGM) já havia negado o acesso aos dados solicitados pelo parlamentar, alegando “sigilo fiscal”.

Máfia  “Essa relação da Prefeitura com as empresas de transporte coletivo é coisa de camorra (máfia) siciliana”, disparou Chico Preto. Para ele,  o “encontro de contas” seria essencial para que as empresas compensassem as dívidas com serviços à população ou até a  redução tarifária.

Pleito  O vereador Wilker Barreto (PHS) tem agenda hoje com o titular da Semef, Ulisses Tapajós, e o prefeito em exercício, Marcos Rotta (PMDB), para tratar das obras aprovadas por meio das emendas parlamentares. Wilker tenta assegurar o cumprimento das emendas tanto dos vereadores eleitos como os não reeleitos.

Todo ouvidos  “As emendas são da cidade de Manaus e não de vereador A ou B”, afirmou Wilker. Ainda hoje, o presidente da CMM  realiza a primeira reunião do ano com o colegiado de líderes. Vai ouvir sugestões de como dar mais celeridade nos encaminhamentos da Casa.

Democrático  Deputados estaduais que participaram de reunião ontem com o presidente do TJ/AM, desembargador Flávio Pascarelli, elogiaram a postura do magistrado, que decidiu ouvir a Assembleia antes de definir a redução de comarcas no interior do Estado.


Deliberação  Embora fosse prerrogativa do TJ/AM, Pascarelli disse aos parlamentares que não bateria o martelo sem antes conversar com os deputados. Ao final, ficou definido que não haverá mais extinção de comarcas.

 Contestação   O senador Omar Aziz (PSD) fez duras críticas à Lei da Terceirização. Para ele, é preciso ter regras para a atividade fim. “A atividade-fim, na área de saúde, na área de segurança, na área de educação, é uma atividade primordial para o sucesso de um país”, afirmou.

Análise  Omar avalia que o serviço público tem diferenças em relação ao privado e, por isso, deve ser tratado de outra maneira. “O serviço público não visa lucro. Como gestor, priorizei o concurso público e consegui, como governador, fazer o plano de cargos e carreiras de todos os servidores do Estado”, lembrou o parlamentar.

Caravana  O ex-deputado estadual Marcelo Ramos (PR) deixou escapulir ontem qual será a prioridade em sua agenda no segundo semestre deste ano. Ao responder a um convite para visitar Autazes, disse, em seu Facebook: “No segundo semestre devo fazer algumas viagens ao interior do nosso Estado”.

Marcha a ré O Shopping Via Norte  voltará a conceder gratuidade de 30 minutos para o uso do seu estacionamento. O centro de compras abriga uma unidade do Detran/AM, um PAC e a sede da Secretaria de Segurança. A Defensoria Pública argumentou que o estabelecimento atende a clientes do serviço púbico. A direção do shopping acatou.