Publicidade
Sim & Não

Sepúlveda afasta Cármen Lúcia do jogo

06/07/2017 às 22:53 - Atualizado em 06/07/2017 às 22:55
Show lucia0333

Foi um alegado “motivo de foro íntimo” que afastou a ministra Cármen Lúcia do julgamento da ação que pede a retomada do processo eleitoral  no Amazonas. A presidente do STF é prima (de terceiro grau) e fã do ex-ministro do Supremo Sepúlveda Pertence, advogado contratado pelo senador Eduardo Braga (PMDB)  para cuidar do caso. A saída de Cármen Lúcia da ação abria um caminho estratégico para que Dias Toffoli assumisse a causa, mas, o ministro saiu do País.

Inesperado   Conhecido por ser minucioso,  o ministro Celso de Mello, que acabou assumindo a ação movida pela coligação “Renovação e Experiência”, de Eduardo Braga, tornou a decisão sobre a eleição no Amazonas ainda mais imprevisível.

Reverência Sepúlveda Pertence, advogado de Braga, foi por 18 anos membro do STF, órgão que presidiu em 1995, e tem grande influência entre os ministros. Durante uma homenagem que recebeu em sua despedida do Supremo, em 2007, ouviu de Cármen Lúcia: “Quero todos os dias ser melhor para ser digna do seu modelo”.

Sim!  O assunto nem começou a ser debatido na CCJ da Câmara, mas o deputado federal Hissa Abrahão (PDT) adiantou voto em separado na comissão pelo recebimento da denúncia de corrupção contra o presidente Michel Temer. “A investigação precisa continuar”, disse.  Ele acredita que a decisão final sobre o assunto sai até o dia 17 de julho.

Investida O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, autorizou, ontem, a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o crime organizado no Brasil. A iniciativa é do deputado Sabino Castelo Branco (PTB), que conseguiu as assinaturas necessárias para instalar a CPI.

Esquemão   De acordo com  Sabino, além de apurar a origem dos recursos e dos armamentos usados pelas facções, a investigação quer descobrir quem faz parte da rede de proteção a esses criminosos. “Ninguém comanda o tráfico de dentro de presídios sem o apoio ou a conivência de autoridades”, frisou. Segundo ele, Marcola e Fernandinho Beira-Mar vão prestar depoimento.

Folia  A ALE/AM  promove amanhã uma festa junina que promete ser badalada tanto por servidores quanto pelos próprios parlamentares. Organizador do evento este ano, o deputado Sabá Reis (PR) tem ido de gabinete em gabinete confirmar a presença dos colegas e funcionários da Casa.

Inflação Como acontece todo ano, o organizar do evento é quem  paga o prêmio da “Rainha Caipiria” do arraial da Assembleia. A premiação  prometida por Sabá Reis será de R$ 800. Em 2016, a festa foi organizada por Belarmino Lins (Pros), que deu um prêmio mais generoso: R$ 1.000. 

Ainda não   Ao contrário do que a coluna informou, ontem,  o TCE/AM, o TJ/AM e o MPE ainda não oficializaram a adesão ao  AmazonPrev.  De acordo com o governador David Almeida (PSD), a definição deve sair “em 48 horas”.

Ampulheta   O vereador Dallas Filho (PMDB) continua aproveitando todos os minutos no cargo, visitando obras, fazendo fotos e, claro, postando, enquanto a longa despedida do titular da vaga, Marcel Alexandre, não encerra na SMTU.