Publicidade
Editorial

Ser mãe: um desafio que só aumenta

12/05/2018 às 19:29 - Atualizado em 12/05/2018 às 19:34
Show mae00

Hoje em dia, as atribuições das mães se multiplicaram. Ser mãe é conciliar a difícil tarefa de cuidar dos filhos, com as exigências do trabalho, da carreira, dos estudos, dos cuidados consigo mesma. Ser mãe exige uma  força descomunal que muitas só descobrem que têm com o próprio advento da maternidade.

Cada vez mais a mulher conquista seu espaço no mercado de trabalho e isso torna ainda mais desafiadora a aventura da maternidade. Felizmente, ser mãe também é ser solidária. Diante de tantas dificuldades, como dupla jornada, falta de creches, de dinheiro para contratar babás, é comum que as mães construam redes de apoio entre si para compartilhar atribuições. Assim, por trás de uma mãe sempre tem outras mães prestando auxílio. A mais comum é a “avó-mãe”, que depois de criar a filha, desempenha apoio fundamental ajudando a criar os netos.

E  esses laços dificilmente se restringem à família. É muito comum que vizinhas e amigas se revezem  na função de babás quando necessário. Redes profissionais de formaram para apoiar mães que não têm com quem deixar os filhos enquanto trabalham. Algumas dessas experiências que mostram essa realidade contemporânea estão retratadas no Caderno Especial de Dia das Mães que integra esta edição.

São as “mães de leite”, que socorrem aquelas com dificuldade para alimentar os próprios filhos; as “mães substitutas”, que cumprem o papel de mãe e também de pai com apoio da família (ou não), vizinhos e de amigos. Além das adversidades naturais inerentes à maternidade, as mães ainda enfrentam o  descaso do poder público e da própria iniciativa privada com medidas simples mas que fariam muita diferença. É o caso da carência de creches em Manaus e de apoio e compreensão nas empresas e instituições. Sem esse auxílio, as mães “se viram nos 30”, muitas vezes contando com o já mencionado suporte de outras mulheres.

Felizmente, há cases de sucesso com empreendedores que, percebendo esse vazio no mercado, montaram negócios que vêm obtendo bastante êxito, como escolas e creches especializadas que inovam no serviço. Diversos estabelecimentos da cidade começam a se adaptar ao atual perfil das mamães, oferecendo espaços e serviços sob medida, como as academias que têm atividades que incluem os filhos na malhação, e os famosos espaços kids, cada vez mais comuns. É assim que ser mãe nos dias de hoje tornou-se também uma missão colaborativa, em que a união torna todas mais fortes.