Publicidade
Sim & Não

Silas é pré-candidato a vice de Artur

01/06/2016 às 21:45
Show silas

Na opinião de outros pré-candidatos a prefeito de Manaus, Silas Câmara (PRB) só está lançando sua pré-candidatura ao cargo porque não existe pré-candidatura a vice-prefeito, que seria o real objetivo do deputado federal. Nos bastidores, a leitura é a de que Silas acredita na reeleição de Artur Neto (PSDB), e de que ser vice é o caminho mais curto para a cadeira de prefeito. Isso porque após eventual reeleição, o tucano buscaria retornar ao Senado, em 2018, deixando o mandato para o vice.

De fora  

A superintendente da Suframa, Rebecca Garcia (PP), declarou ao jornal A CRÍTICA que não será vice de ninguém, muito menos candidata à prefeita de Manaus.

Prova  

Rebecca lembrou que se tivesse interesse em disputar a prefeitura de Manaus teria de se afastar da chefia da Suframa hoje, o que não ocorreu. De acordo com a superintendente, na sucessão de Artur ela irá apoiar o candidato do PMDB.

É outra  

Artur Neto declarou-se ontem um eleitor decepcionado com o voto que deu a José Melo (Pros) em 2014. Segundo o tucano, o candidato que ele votou na eleição para o governo era humilde e não tomava decisões antes de conversar com os aliados.

Causa  

A fala do prefeito foi uma referência ao reordenamento nas unidades de saúde do Estado na capital que Melo anunciou recentemente. A administração tucana é contra.

Pelo contrário

Sobre nota da coluna, a assessoria do vereador Mário Frota (PSDB) informou que ao defender o governador no contexto da crise econômica brasileira e seus respingos na economia do Amazonas não quer dizer que Mário tenha concordado com as mudanças na área de saúde. 

Veja bem  

A respeito do assunto, o parlamentar tucano pede ao secretário da Susam, Pedro Elias, “uma análise mais profunda e com muita responsabilidade”, e “recomenda que o governo do Estado pondere sua decisão” no setor de Saúde.

Estudando  

O líder do governo na ALE-AM, David Almeida (PSD), disse ontem que vai rebater a informação da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) de que não falta dinheiro para a Saúde no Estado. Mas, antes, precisa de tempo para levantar alguns números.

Faltou não  

Vanessa disse essa semana que o governo de Melo não tem do que reclamar do governo federal. Isso porque o governo de Dilma Rousseff (PT) teria repassado R$ 1 bilhão para o Amazonas investir em Saúde.

Muito ruído  

O deputado estadual Dermilson Chagas (PEN) diz que se o governo melhorar sua comunicação é possível que a população entenda as mexidas que a Susam planeja fazer em Manaus. Por enquanto, está difícil, diz.

Satisfação  

Em reunião com o ministro da Saúde, Ricardo  Barros, o secretário estadual Pedro Elias (Saúde) apressou-se em garantir ao ministro que o reordenamento das unidades de saúde de Manaus estariam de acordo com o que preconiza o ministério e o SUS.

De quebra  

Pedro Elias disse que saiu do encontro com a garantia de que o ministério irá liberar recursos ao Amazonas.

Super-concorrido

A disputa por um estágio na Defensoria Pública do Estado é digna dos mais concorridos vestibulares do País: são 22 candidatos por vaga.