Publicidade
Sim & Não

TJ/AM entra no clima das eleições

23/01/2018 às 21:31
Show tjam

Com o Ano Judiciário aberto oficialmente, o Tribunal de Justiça do Amazonas passa a respirar, neste semestre, as disputas internas que vão definir os novos presidentes do TJ/AM e do Tribunal Regional Eleitoral. O desembargador João Simões é o nome praticamente certo para o comando da Corte Eleitoral. Mas, no TJ/AM, a competição promete capítulos inesperados. Yêdo Simões é o nome favorito, mas Socorro Guedes soma apoios. A eleição pode contar com uma 3ª via. “Sou candidato em potencial”, disse Domingos Chalub. 

Imprevisível   O desembargador Domingos Chalub pode embaralhar o jogo no TJ/AM lançando-se candidato à Presidência do TJ/AM ou à Corregedoria. Ele avalia, porém, se concorre a uma vaga no plenário do TRE/AM. “Preciso conversar com os colegas”, afirmou o magistrado.

Carinho  O governador Amazonino Mendes (PDT) recebeu afagos do presidente do TJ/AM, Flávio Pascarelli, durante a solenidade de posse de 22 novos juízes. Segundo Pascarelli, Amazonino sempre está presente em momentos cruciais para o Poder Judiciário.

Ausentes   O evento de ontem no TJ/AM, que reuniu boa parte da magistratura do Estado e membros da OAB, não contou com a presença do presidente da ALE/AM, David Almeida (PSD), e do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), que haviam confirmado  a ida à posse dos novos juízes.

Vingança   O deputado estadual Josué Neto (PSD) atribuiu a “militantes políticos” a distribuição de notícia falsa que o inclui na lista de investigados da Operação Maus Caminhos. O parlamentar sustentou que compareceu a uma audiência na Justiça Federal, em 2017, apenas para esclarecer o trâmite de um projeto de lei que, ao ser aprovado, beneficiou o médico Mouhamed Moustaf.

Trâmite  “Na audiência, a juíza Ana Paula Serizawa apenas questionou se a lei tramitou de forma correta, e eu disse que sim”, sustentou Josué. “Essas pessoas que fazem esse tipo de divulgação são militantes políticos que só querem prejudicar”, afirmou.

Renovação  Questionado sobre suas pretensões políticas para 2018, Josué Neto foi enfático: será candidato à reeleição. “Por razões políticas e familiares”, comentou.

Julgamento  Aliás, neste ano de eleição, o pai de Josué Neto, o conselheiro Josué Filho, ex-presidente do TCE/AM, será o relator das contas do governador Amazonino Mendes, do exercício 2018. A análise das contas do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, ficará a cargo do conselheiro Ari Moutinho.

Mudança  Localizada atualmente na avenida Djalma Batista, a Comissão Geral de Licitação do Estado  (CGL/AM) passará a desempenhar suas atividades  em um novo prédio, ainda no primeiro semestre deste ano, situado na rua Belo Horizonte, no bairro Adrianópolis.

Despesas   Segundo a CGL/AM, a mudança trará economia e vai melhorar o atendimento à população. “A CGL/AM vai mudar de endereço com intuito de reduzir os custos e ampliar a economia gerada com as licitações, metas que estão de acordo com as políticas de modernização adotadas pelo governador Amazonino Mendes”, disse o Victor Cipriano, presidente do órgão.