Publicidade
Sim & Não

Traduzir não é opção, avisa Justiça

05/09/2016 às 10:57
Show propa

Os candidatos e partidos políticos têm sete dias para acrescentarem as suas peças de propaganda na TV três tipos de tradução simultânea: legenda oculta, janela com intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e audiodescrição. Ao contrário do entendimento de muitos, esse ano a legislação tornou obrigatória as três ferramentas. Em decisão publicada no dia 1º, a juíza da propaganda Lídia de Abreu afirma que quem descumprir não terá o material exibido na televisão.
Sem escolha  A decisão do TRE-AM tem base na Resolução 23.457/2015 do TSE, que determina que é preciso providenciar as três formas de tradução e não optar por apenas um dos recursos.

Impaciente  

A impressão geral dos políticos que estão indo pedir voto nas ruas é a de que o eleitor está sem saco para ver esse filme de novo. Não são raros os casos em que o candidato pisa na calçada e o eleitor pica a mula para dentro de casa. Isso quando não rola um “passa-fora”.

Perseguição  Falando em caminhada de rua, as equipes de campanha de Artur Neto (PSDB) e Marcelo Ramos (PR) têm feito marcação serrada uma na outra.

Na cola  

Enquanto Marcelo realiza atos de campanha por ruas onde o prefeito acabara de passar, a equipe do tucano vem atrás fazendo pesquisa de opinião entre os moradores para saber qual caminhada foi a melhor.

Imune  

O candidato do Solidariedade, Henrique Oliveira, diz que os adversários não podem atacá-lo com avaliações negativas sobre o governo dele e de José Melo (Pros).

Diferença  

“Melo não pode ser avaliado em sua totalidade (4 anos), só parcialmente. Os outros já foram testados e reprovados”, afirma Henrique.

Veja bem  

Os advogados de Artur planejam recorrer da decisão do juiz Marcelo da Costa Vieira que, na sexta-feira, 2, disse que o PPS não ficará na coligação de ninguém. Nem na do tucano nem na do PR.

Vai, não vai  

A equipe de campanha do prefeito realizou reunião ontem e um ponto que ainda está por resolver é se Artur participará dos próximos debates na TV. É consenso no grupo de que no primeiro o tucano fez bem em não ir.

Escondidinho  

Aos poucos, a eleição para a chefia do MPE-AM vem esquentando. Semana passada, o órgão realizou um debate entre os candidatos. O curioso é que foi tudo a portas fechadas, com apenas procuradores e promotores na plateia. 

Tá na cara  

Na saída, alguns membros comentavam que, assim como na disputada pela Prefeitura de Manaus, há “laranja” entre os postulantes à vaga de Procurador (a) Geral de Justiça. A eleição será realizada dia 2.

Pra corrigir  

Após denúncia do MPE-AM, a juíza Rebeca de Mendonça Lima determinou a interdição parcial do Serviço de Acolhimento para Crianças e Adolescentes, ligado a Semmasdh. Sem considerar a diferença de perfil e a peculiaridade de cada caso, o local abriga no mesmo espaço 45 crianças, de 1 a 16 anos.

Caminho  

Marcado para o dia 7, o 22º Grito dos (as) excluídos (as) definiu como ponto de concentração a Santa Casa de Misericórdia. De lá, às 15h, os manifestantes caminharão até a praça do bairro São Raimundo, na zona Oeste.