Publicidade
Sim & Não

Transporte coletivo: isenção de IPVA até 2027

14/12/2017 às 21:04
Show transporte coletivo

O governo Amazonino Mendes (PDT) quer dar às empresas de transporte coletivo, por um prazo de dez anos, isenção do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A mensagem governamental que trata do assunto já está na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM). Se aprovada, as empresas não precisarão pagar o imposto entre 2018 e 2027. O setor já contou com o benefício, que foi suspenso esse ano. O IPVA de um ônibus novo no AM custa em média R$ 5 mil.

Obrigação A aprovação da isenção pelo Legislativo Estadual não dispensa as empresas do pagamento de taxas, seguro DPVAT e do licenciamento anual.

Débitos  Na Justiça do Estado,  uma ação do Detran/AM cobra, desde março, R$ 12 milhões do setor de transporte coletivo de Manaus por dívidas em aberto com o departamento de trânsito, entre elas, licenciamento anual e multas.

Mudança  Outro projeto de autoria do governo, que tramita na Assembleia desde ontem, aumenta para 59 anos a idade limite de transferência de policiais militares  para a reserva remunerada,  independente do posto.

Regra   Pelo  Estatuto dos Policiais Militares, apenas coronéis vão para a reserva aos 59 anos. Para tenentes-coronéis, Majores e capitães, a “idade limite” é de 56, 52 e 48 anos, respectivamente.

Quem diria  Ao ser questionado ontem,  durante entrevista ao Portal A Crítica, sobre o relacionamento que mantém com sua família,  o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) se saiu com essa: “Minha mulher monta em cima de mim”. Diz  ele que é explorado nos afazeres domésticos.

Vacilão   Quando desembarcou no aeroporto de Manaus, Bolsonaro foi recebido como estrela por milhares de fãs. Mas passou por um contratempo. Perdeu o relógio que usava fazia dez anos. Ele ofereceu um selfie como recompensa para quem achasse o bem.

Mico O deputado estadual Platiny Soares (DEM), que tentou de novo tirar uma casquinha da popularidade de Jair Bolsonaro, passou vexame. Ao final do discurso de Bolsonaro, ainda no aeroporto, o parlamentar amazonense ouviu gritos de “Fora Platiny”. Ele mesmo transmitia o evento em Live pelo Facebook. Interrompeu na hora.

Destaque   Os médicos da FCecon Marco Antônio Ricci e Gerson Mourão receberam  ontem a medalha do Mérito Legislativo, na ALE/AM. A comenda é destinada a personalidades que prestaram relevantes serviços à sociedade.

Vitoriosa  Quatro décadas após ingressar no Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM), a conselheira Yara Amazônia Lins, 60, toma posse hoje como presidente da Corte. “Estou muito feliz. É um sonho realizado”, disse ela ao SIM&NÃO.

Carreira Yara Lins entrou no TCE/AM há 42 anos para atuar na atividade meio, foi secretária-geral da Corte por 11 anos e, já como auditora,  passou 18 anos substituindo conselheiros no plenário do órgão. Em seu discurso de posse hoje, no Teatro Amazonas, ela vai registrar que a trajetória seria impossível sem a família.  Questiona se, após os dois anos de mandato na presidência,  pretende se aposentar, Yara Lins brincou: “Vou até os 80”.