Publicidade
Pinga Fogo

Tribunais escondem remunerações do CNJ

08/12/2017 às 20:51 - Atualizado em 08/12/2017 às 21:02
Show cnj

Pelo menos 30 tribunais brasileiros ainda resistem ao envio de informações detalhadas sobre a remuneração de seus magistrados. Até ontem, segundo divulgou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), 60 dos 90 tribunais remeteram ao órgão as planilhas com os dados. 

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM) figura entre os primeiros a enviarem ao CNJ as informações exigidas pela presidente do Conselho, Cármen Lúcia, que também preside o STF.  Conforme o CNJ, dos 27 Tribunais Estaduais, 22 disponibilizaram a planilha. 

“Quero terminar o ano mostrando para a sociedade que não temos nada para esconder”, declarou Cármen Lúcia no início desta semana, durante reunião com os presidentes dos tribunais de Justiça, no Supremo Tribunal Federal.