Publicidade
Editorial

Um Natal de esperança

23/12/2017 às 14:28 - Atualizado em 23/12/2017 às 17:05
Show feliz natal 123

A cada ano, o Natal tem um sabor próprio, particular, relacionado a tudo que foi vivenciado ao longo do ano. É o momento em que as pessoas tentam deixar os problemas de lado - na medida do possível - e celebrar com a família e amigos as vitórias, sejam grandes ou pequenas, obtidas ao longo do ano, e agradecer por elas, segundo a fé e as convicções de cada um. Com todas as dificuldades que o País, e particularmente o Amazonas, vem enfrentando, impossível não reconhecer que há muito para comemorar e agradecer.

Para o Amazonas, há para celebrar o fim do furacão que tomou conta da política local, no ano em que o Estado teve três governadores. Chegamos ao Natal com o cenário político pacificado e a expectativa de que a estabilidade se mantenha ao longo do próximo ano, quando os eleitores, novamente, irão às urnas.

Também é satisfatório saber que o Natal não será o mesmo para os corruptos que estão atrás das grades, e também para aqueles que já não estão, mas que já sentem a mão pesada da justiça sobre suas cabeças. Podem não ter perdido a liberdade, ainda, mas perderam, pelo menos, a tranquilidade. Já não existe a certeza de que podem celebrar impunes, usufruindo do produto de sua corrupção.

Num País onde a corrupção no setor público parece regra, e a impunidade conta com a simpatia até mesmo de magistrados, a prisão de corruptos, mesmo que temporariamente, acentua um fato quase esquecido: o de que vale a pena ser honesto. Não há preço que pague a paz de espírito, a consciência tranquila.

Os motivos para celebração neste Natal se estendem à área econômica. Após três Natais marcados pela recessão - de 2014 a 2016 - podemos, finalmente, ter a certeza que a recessão já passou. Não precisa ter diploma de economista para constatar, pelo volume de pessoas fazendo compras no Centro e pelo otimismo dos comerciantes, que a roda da economia já voltou a avançar, embora ainda que em um ritmo lento.

Este é um dos fatores que tornam esse Natal ainda mais especial: podemos celebrar com a certeza de que os piores dias já passaram - pelo menos na área econômica. Os próximos meses têm tudo para ser de crescimento, mais vendas, mais empregos. É isso que a Rede Calderaro de Comunicação deseja a todos os seus amigos, leitores e colaboradores. Um Natal repleto de esperança.