Valor do fundo eleitoral de 2022 é uma vergonha

22/01/2022 às 12:25.
Atualizado em 13/03/2022 às 18:05

Os recursos mobilizados pelo Fundo Eleitoral no Brasil – este ano pode alcançar R$ 5,7 bilhões - exigem se tornar matéria de interesse da sociedade para que esta, de pose do maior volume possível de informações, faça a defesa daquilo que considera legal, legitimo e justo no que diz respeito a esse assunto.

O que ora acontece, a mobilização de líderes partidários, para garantir a integralidade dessa verba é uma conduta vergonhosa e desrespeitosa quando colocada a condição de vida da maioria dos brasileiros. É muita gente passando fome, coletando algum tipo de sobra de alimento me lixeiras, outros milhões de desempregados e um contingente de doentes numa escala em ascensão. Para completar, em muitas cidades, desestruturadas, as chuvas intensas deixaram milhares de famílias sem moradia e, onde a seca se faz mais longa, outras tantas estão em dificuldades para ter acesso água, perderam plantações e pequenas criações.

Como é que um país numa realidade dessa, dirigentes e líderes de partidos políticos se colocam em defesa de mais dinheiro para as campanhas eleitorais? O valor reajustado para este ano representa R$ 4.9 bilhões, mas os acertos são para acrescer R$ 800 milhões. A maioria dos dirigentes partidários e dos parlamentares concorda com esse valor elevado e, essa postura sinaliza, inicialmente, um descompromisso do Congresso Nacional e dos partidos políticos com o drama social no Brasil.

O vale-tudo está posto e a indecência escancarada em nome de campanhas eleitorais que, por sua vez, apelam a discursos em nome dos mais desfavorecidos e de um Brasil mais justo enquanto se autobeneficiam de uma estrutura que consome milhões de reais. A sociedade, no geral, aguardava uma medida mais sensata por parte dos legisladores e dos dirigentes partidários na definição da verba do fundo deste ano, considerando o quadro de dificuldades que os brasileiros vivem.

Tomar de posse os instrumentos que determinam o aumento do valor do fundo eleitoral e mesmo do fundo partidário é uma tarefa urgente dos coletivos sociais. Passa por esse controle, a adoção de atitudes que possam enfrentar as estratégias de manutenção desse tipo de manejo e posicionarem-se fortemente para impedir que medidas dessa natureza e com tais características continuem ocorrendo.    

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por