PARINTINS 2022

Caprichoso ou Garantido? Campeão do Festival será conhecido nesta segunda

Apuração das notas das três noites de apresentação está marcada para esta segunda-feira (27) às 14h

Dante Graça
26/06/2022 às 21:14.
Atualizado em 27/06/2022 às 03:01

Garantido e Caprichoso em cenas da terceira noite de apresentação do 55º Festival Folclórico de Parintinsk (Junio Matos e Gilson Mello)

O bumbá campeão do 55º Festival Folclórico de Parintins será conhecido nesta segunda-feira (27), a partir das 14h. Neste horário, os envelopes dos nove jurados começam a ser abertos no Bumbódromo de Parintins.

A apuração será transmitida em todas as suas emoções a partir das 14h, na TV A CRÍTICA (canal de TV aberto e também no canal do Youtube). 

Os jurados irão analisar as notas de três blocos, cada um com sete itens. O bloco A (comum/musical), tem os itens Apresentador, Levantador de toadas, Marujada de Guerra ou Batucada, Amo do Boi, Toada - Letra e Música, Galera e Organização do Conjunto Folclórico.

bloco B (cênico e coreográfico) compreende os itens Porta-Estandarte, Sinhazinha da Fazenda, Rainha do Folclore, Cunhã-Poranga, Boi-bumbá: Evolução, Pajé, Coreografia; e o bloco C (artístico), analisa Ritual, Tribos Indígenas, Tuxaua, Figura Típica Regional, Alegorias, Lenda Amazônica, Vaqueirada. 

São três jurados para definir as notas de cada bloco. Cada um dos dias é analisado individualmente e ao final as notas são somadas, sempre descartando a menor delas para a pontuação final. 

Em caso de empate na pontuação geral, confronta-se a soma das três pontuações relativas aos itens individuais. Caso o empate persista, a segunda melhor nota atribuída às Associações entra na contagem para definir o campeão.

No grupo de jurados deste ano há professores, mestres e doutores, além de artistas e pesquisadores de sete estados brasileiros. O grupo é formado por dez pessoas, selecionadas via edital. Nove dão as notas e uma preside a comissão julgadora. Em 2022, esta função ficou com pesquisador Lucio Enrico Vieira, que é especialista em História Social e Cultural do Brasil.

Festa no curral

Após a pontuação definida, o boi vencedor segue para seu curral para festejar a vitória diante da sua galera. As galeras costumam se dividir para acompanhar a apuração. Uma turma fica no curral e outra acompanha a leitura das notas no Bumbódromo - este grupo depois desfila com o campeão até o local da comemoração.

As bases de Garantido e Caprichoso ficam próximas ao Bumbódromo de Parintins. O Zeca Xibelão, do Caprichoso, está a 900 metros do palco das apresentações, no lado nordeste da ilha. E a Cidade Garantido fica a menos de 2 quilômetros, ao oeste do Bumbódromo, que foi construído em 1988 na área central da cidade.

Cunhã-poranga do Caprichoso, Marciele Albuquerque, na terceira noite do Festival (Gilson Mello)

Marcela Marialva, a porta-estandarte do Caprichoso (Gilson Mello)

Marujada na terceira noite do 55º Festival de Parintins (Arlesson Sicsu)

Cleise Simas, a rainha do folclore do Caprichoso

Valentina Cid na arena do Bumbódromo de Parintins (Junio Matos)

Isabelle Nogueira, a cunhã-poranga do Garantido (Arlesson Sicsu)

Daniela Tapajós, porta-estandarte, na terceira noite do Festival (Junio Matos)

Sebastião Jr, levantador do Garantido, defende toada letra e música (Junio Matos)

Valentina Coimbra, a sinhazinha do Garantido (Junio Matos)

Garantido se manifesta contra mortes no Vale doJavari (Gilson Mello)

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por