Terça-feira, 19 de Janeiro de 2021

Alessandra Campêlo e Belarmino Lins desabafam sobre 'golpe na Aleam'

O deputado Belarmino Lins (PP), que encabeçava a segunda chapa, disse que "o momento haverá de macular a história do parlamento amazonense”.


50676764847_55193f9ab6_o_1339D1CD-A376-40F8-8FBD-D1E1537E845B.jpg

A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) que era favorita pelo governador Wilson Lima para disputar a presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desabafou na Tribuna durante a eleição da nova Mesa Diretora da Casa, que aconteceu nesta quinta-feira (03) após aprovação relâmpago de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Ela afirmou que o que aconteceu foi um golpe liderado por um pequeno grupo de deputados “sem escrúpulos e que conseguiram convencer uma parte dos deputados”. 

“Após toda essa ilegalidade, quem come demais se lambuza. Essa não é eleição da mesa diretora, é um golpe dado liderado pelo deputado Roberto Cidade para derrubar o governador, o qual ele tava sexta-feira na casa dele pedindo para ser o candidato”. Alessandra denunciou, ainda, que os deputados que aprovaram a PEC “fatiaram” as vagas no Governo do Estado e a vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), que compete à Aleam e que ficará vaga após aposentadoria do conselheiro Josué Filho, em março. 

O deputado Belarmino Lins (PP), que era candidato cabeça da segunda chapa, disse que estava triste "com o momento que haverá de macular a história do parlamento amazonense”. “Nos últimos 32 anos não se teve um momento tão crítico das manobras perpetradas por alguns deputados”. No sermão dado pelo deputado mais velho da casa e que já foi presidente três vezes, ele disse que a massa de manobra envergonha o parlamento. "Uma eleição deveria acontecer como sempre aconteceu, sendo um processo interno onde cada deputado manifesta voto de sua preferência".

Eleição

Por 16 votos a 8, o deputado Roberto Cidade (PV) foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas. A eleição foi realizada de maneira relâmpago, horas após os deputados mudarem a Constituição do Estado do Amazonas para permitir a votação duas semanas antes do previsto.

O candidato derrotado foi Belarmino Lins (PP), que teve oito votos.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.