Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021

Celular de Wilker Barreto é usado para espalhar fake news, diz deputada

Alessandra Campelo afirmou que inquérito policial identificou número de Wilker como propagador de notícias falsas: deputado não negou as acusações


50676763662_2c1bf7d742_c_B9B4F959-2160-4D16-A177-C01A74CAAAFA.jpg

A deputada estadual Alessandra Campelo (MDB) afirmou,  na tribuna da Assembleia Legislativa, que um inquérito da Polícia Civil identificou um telefone de propriedade do deputado Wilker Barreto (Podemos) como responsável por propagar fake news em grupos de WhatsApp.

De acordo com a deputada, Wilker já foi até notificado para que preste os devidos esclarecimentos à investigação. O curioso é que o deputado do Podemos se manifestou na tribuna logo depois de Alessandra e, por mais de dez minutos, não negou nenhuma vez o ato denunciado por Alessandra.

As mensagens, exibidas por Alessandra, fazem acusações contra diversos deputados de que eles estariam recebendo propinas, sem qualquer prova. O número 9116-5464, em grupo de WhatsApp, aparece identificado como 'Jully' e 'Pereco'. 'Pereco', segundo Alessandra, é o nome do cachorro do ex-governador Amazonino Mendes, do mesmo partido de Wilker.

Durante o pronunciamento de Alessandra, Wilker chegou a bradar: "me processa". E Alessandra respondeu:  "Não vou lhe processar não, já tem um inquérito policial, deputado. Não se preocupe não".


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.