Terça-feira, 19 de Janeiro de 2021

Josué Neto 'cobra fatura' do Tribunal de Justiça em público

“Essa Casa aqui, por duas vezes, abriu mão do seu repasse do duodécimo para o Tribunal de Justiça", disse em sessão desta quarta-feira (9).


50698311153_b8549c4964_o_D80ACE88-5CE3-45FB-8EED-0B89CA00F469.jpg

A lavagem de roupa suja na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) respingou no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) na sessão desta quarta-feira (9). O presidente da Casa, deputado Josué Neto (PRTB) cobrou, em público, a Corte por um "socorro" que a Aleam deu ao Tribunal no passado. “Essa Casa aqui, por duas vezes, abriu mão do seu repasse do duodécimo para o Tribunal de Justiça uma pelas minhas mãos e outra pelas mãos do deputado Ricardo Nicolau”, disse Josué em plenário. 

O deputado afirmou que nas ocasiões em que a Aleam abriu mão do aumento no recurso anual, o TJAM estava passando por uma situação difícil, “de extrema gravidade financeira”. “Nós abrimos mão de recursos para o Judiciário, 0,2% na época em um ano, no ano seguinte mais 0,2% do repasse do duodécimo”. 

Ainda da Tribuna, Josué assumiu que ligou para o desembargador Domingos Chalub, presidente do Tribunal de Justiça. “Pedi que ele analisasse com carinho todas as peças que chegassem àquela Corte. Não há histórico dessa Casa de desrespeitar o Judiciário”, disse o deputado”.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.