Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020

Movimentos comemoram vida de Bolsonaro e independência do Brasil

No ato do dia 6 de setembro a comemoração será pela  vida do presidente Jair Bolsonaro, que no mesmo dia de 2018 sofreu um atentado, que segundo um dos organizadores do evento ficou conhecido como “Dia da Facada”.


Sem_t_tulo_676082C4-23F5-4473-81D6-733E40B76FAD.jpg

Os movimentos Endireita Amazonas, Canhota Não, Mulheres da Amazônia, Movimento Advogados Pró-Bolsonaro, Conservador Amazonas e Médicos Bolsonaristas de Manaus prometem uma mega manifestação, que durará três dias (5, 6 e 7 de setembro) em comemoração pela Semana da Pátria, com um detalhe: no ato do dia 6 a comemoração será pela vida do presidente Jair Bolsonaro, que no mesmo dia de 2018 sofreu um atentado, que segundo um dos organizadores do evento, economista Felipe Silva, ficou conhecido como “Dia da Facada”.

"Celebraremos a independência da capitania do São José do Rio Negro (como era chamado o Amazonas) no dia 5, a vida do nosso presidente que dia 6 de setembro de 2018 sofreu aquele atentado conhecido como o dia da facada. No dia 7 faremos o hasteamento da nossa bandeira em comemoração ao Dia da Independência. Essa semana é o start da campanha para 2022 de Bolsonaro aqui no Amazonas, da mesma forma como fizemos para 2018", disse Felipe, que encabeça o Movimento Endireita Amazonas. 

No dia 5 de setembro, a partir das 15h, acontecerá um "adesivaço" no Anfiteatro da Ponta Negra, Zona Oeste da capital. No dia 6 os manifestantes prometem uma mega carreata na Avenida das Torres, a partir de 8h. Já no dia 7 de setembro, a partir de 9h,  o grupo fará um ato cívico na Praça do Congresso, Centro de Manaus.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.