Sábado, 19 de Junho de 2021

Sabá Reis defende 'anexo' criado dentro da Semulsp com fotos de vereadores

Secretário diz que projeto foi incompreendido e explica: "A sala tem fotos de todos os vereadores, não só os que nos apoiam"


anexo_cmm_semulsp_2_1D8F8150-531D-425F-A6E6-CBAF90938EF7.jpeg Foto: D’Castro/CMM

O titular da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Sabá Reis, defendeu a criação do Núcleo de Apoio Parlamentar, implantado em sua gestão à frente do órgão e que foi objeto de denúncia ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) pelo Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e Caixa Dois Eleitoral.

Segundo Reis, o espaço inaugurado no dia 7 de abril é "uma forma de homenagear Manaus": "Fiz uma estrutura dentro da secretaria para atender aqueles que são nossos parceiros. O vereador é o elo de ligação entre a comunidade, o bairro e a rua com o Poder Público. Aonde é que a pessoa vai pedir para que a Semulsp vá limpar uma rua ou um bairro? Ela vai atrás de quem ela votou".

O secretário afirma que o projeto "não foi bem compreendido" e que não usou verba pública. "Tive ajuda para fazer isso", afirmou, sem revelar a fonte do dinheiro. Ele diz ainda que fez questão de colocar a foto de todos os vereadores no local: "Fiz uma extensão da Câmara, uma sala com fotos de todos os vereadores, não só os que nos apoiam. Fiz na sala do diretor de operações. Assim os vereadores recebem resposta, a comunidade recebe resposta".

No dia 20 de abril, o Comitê de Combate à Corrupção formalizou no MPE/AM representação contra Sabá Reis por improbidade administrativa e desrespeito ao princípio da impessoalidade na Administração Pública por conta da galeria de fotos dos vereadores no interior de um prédio do Poder Executivo.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.