Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020

Vereadores autorizam venda do Garajão

Segundo a prefeitura, os gastos de uma possível reforma, somados aos de conservação, não revelam um custo-benefício adequado.


show_garaj_o_xxx_1CFC1E2C-5D76-4197-A427-21C8CB7CE50D.jpg

Vereadores de Manaus aprovaram, em sessão plenária realizada na última terça-feira (3), a venda do Edifício Garagem Jorge Teixeira, o ‘Garajão’. O prefeito Arthur Neto alegou na mensagem enviada à Câmara Municipal de Manaus que embora o prédio tenha excelente localização, está com problemas no componente estrutural, elétrico e hidrossanitário, sendo assim, mais fácil de ser “desafetado”. O projeto agora segue para sanção do executivo. 

Segundo a prefeitura, os gastos de uma possível reforma, somados aos de conservação, não revelam um custo-benefício adequado. “Ainda, pontuamos que a baixa demanda dos serviços do edifício era um dos problemas enfrentados, o que afetaria o possível retorno financeiro”, diz o projeto de lei aprovado. O prédio está desativado desde 2018 para uma reforma que nunca aconteceu.

De acordo com especialistas ouvidos em uma reportagem exibida pela TV A Crítica no início de outubro, o prédio sofreu com a falta de manutenção, mas não há risco de desabamento e há outras possibilidades de solução, como a concessão para uma empresa privada. 

O candidato a prefeito Marcelo Amil (PCdoB), por exemplo, falou em implantar uma creche utilizando a estrutura do Garajão. A ideia, segundo ele, é viabilizar um espaço para os filhos funcionários que trabalham nas imediações. 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.